quinta-feira , 20 fevereiro 2020
Home / Destaque / PEQUENOS PROVEDORES GANHAM ESPAÇO NO MERCADO DE TELECOM E ENTRAM NA MIRA DE GRANDES INVESTIDORES

PEQUENOS PROVEDORES GANHAM ESPAÇO NO MERCADO DE TELECOM E ENTRAM NA MIRA DE GRANDES INVESTIDORES

Um dos segmentos que mais tem crescido dentro do mercado de telecomunicações é, sem dúvida, o de pequenos e médios provedores. E a força dos chamados ISPs, que hoje já somam mais de 9 mil em todo o Brasil, têm os colocado na mira de grandes investidores do setor uma vez que atualmente possuem uma participação de 27,2% do mercado de Banda Larga no Brasil.

Segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) apresentados no início de dezembro, durante evento do setor em Curitiba, até o final do ano a participação de pequenos provedores poderá ser maior do que algumas operadoras consideradas líderes em Banda Larga no País.

De acordo com o coordenador técnico da Fibracem, Marco Paulo Giannetti, indústria 100% nacional especializada na fabricação de dispositivos para fibra óptica, a tendência dos pequenos provedores ainda é de mais prosperidade. “Este mercado tem crescido progressivamente e tem alavancado o setor de telecomunicações, com, por exemplo, o uso elevado de fibra óptica, para o atendimento ao cliente final”, comenta.

Segundo ele, o constante crescimento deste mercado em especifico pode estar relacionado, também, ao interesse de grandes investidores em assumir a operação de ISPs, o que, para Giannetti, pode representar um avanço no capital de giro e de investimento no serviço de Banda Larga (voz, dados e vídeo), principalmente nas localidades mais distantes dos grandes polos de interesse das grandes operadoras.

Marco Paulo ressalta ainda que uma ajuda externa a um ISP possibilita condições de projetar, construir, e operar a rede, o que consequentemente possibilita um retorno mais consistente e considerável, além de oferecer cada vez mais serviços de excelência ao consumidor final.

“Com certeza o grande ganhador de possíveis parcerias como estas será o cliente final, o qual terá um serviço de melhor qualidade e poderá ter mais opções além da elevada taxa de dados, como o serviço de voz e vídeo, além de TV por assinatura”, ressalta.

Quem são os grandes investidores?

De acordo com o coordenador técnico, atualmente são vários os tipos de investidores neste mercado. Para o especialista, o real interesse por pequenos provedores vão desde empresas conceituadas e grandes incorporações até os investidores pontuais.

“No entanto, para atraírem investidores é necessário possuírem uma quantidade significativa de clientes além de rentabilidade, o que faz com que muitos ISPs optem pela fusão entre si para ter visibilidade e atrair bons investidores”, reforça.

Descrição: hamilton

Comentário

Comentário

Veja Também

SEGUNDO SECRETARIO DE SAÚDE, AUMENTO DE CASOS DE DENGUE E ASSUSTADOR EM PONTA PORÃ

A sessão ordinária de terça feira (11) da Câmara Municipal de Ponta Porã, foi marcada ...