sexta-feira , 21 fevereiro 2020
Home / Destaque / “APROVAÇÃO DO FONPLATA É UMA REDE DE APOIO”, DIZ PREFEITO DE PONTA PORÃ

“APROVAÇÃO DO FONPLATA É UMA REDE DE APOIO”, DIZ PREFEITO DE PONTA PORÃ

“Quando assinamos o financiamento de US$ 25 milhões do Fonplata para implantar o programa Fronteira do Futuro, que terá mais US$ 6 milhões investidos pelo município, eu gostaria de agradecer a todos que contribuíram para esse momento. E foram muitos, que podemos citar: aos nossos secretários municipais, à equipe técnica que elaborou e aos técnicos do Fonplata; aos vereadores que aprovaram a lei na Câmara; à bancada federal, deputados e senadores, que contribuíram; ao governador Reinaldo Azambuja e sua equipe; à ministra Tereza Cristina, ministro Paulo Guedes e presidente Jair Bolsonaro. Enfim, esse foi uma construção de muitas mentes e mãos. Vamos fazer o melhor, aplicar os recursos com zelo, com técnica e de forma que a nossa gente da fronteira colha os melhores resultados”, enfatizou o prefeito Hélio Peluffo Filho (PSDB).

A assinatura do Fonplata aconteceu na sede da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, com as presenças de Sônia Almendra, da PGFN, de Mauricio C. Oliva Coordenador geral de operações financeira da União e Maria Inês representando o Fonplata. Acompanharam o prefeito Hélio Peluffo, o Procurador do município, Ricardo Dias e a engenheira Mirna Arce. Também participaram representantes da ministra Tereza Cristina e do deputado federal Beto Pereira.

O ato de assinatura ocorreu em Brasília na manhã de quarta-feira, 22. O contrato do Fonplata visa aplicação de recursos na ordem de mais de R$ 120 milhões em infraestrutura urbana para o município de Ponta Porã. “Eu diria que é um momento histórico pelas consequências positivas que esse investimento vai gerar na vida da nossa população. Um centro drenado e com asfalto novo, Linha valorizada, grandes avenidas de integração e estruturas de fortalecimento da cidadania. Esse investimento gera economia e permite à Prefeitura fazer mais por outros bairros.

No ano passado, uma missão do Fonplata esteve em Ponta Porã e visitou locais onde serão aplicados os investimentos. O grupo visitou pontos onde serão aplicados os recursos que vão transformar Ponta Porã em um canteiro de obras e mudará totalmente a infraestrutura urbana do município. Várias obras serão lançadas através do programa “Fronteira do Futuro”. São cerca de 140 milhões de reais em investimentos em nosso município.

As obras a serem realizadas são visando acabar com os alagamentos na linha internacional; construir um parque linear de 5,7 km na linha; criar 1.400 vagas de estacionamento no centro; reconstruir 30 km de asfalto; construir a avenida do quartel cortando a área do 11º RC Mec ligando as ruas Guia Lopes e Batista de Azevedo;  ligação Norte/Sul ; reformar a antiga ferroviária; construção do Centro de Desenvolvimento de Robótica e implantação de 17,5 km de ciclovias.

A missão técnica do Fonplata esteve em Ponta Porã, quando os integrantes conheceram em detalhes todos os projetos em ampla explanação feita pelo próprio prefeito Hélio Peluffo. “Detalhamos cada item do projeto mostrando como se encontram as áreas a serem revitalizadas e como ficará cada área após a execução do projeto. Seguimos firmes em direção ao desenvolvimento”, afirmou o prefeito Hélio.

A revitalização de toda a linha internacional é um dos capítulos a serem executados dentro do programa. Além da mobilidade urbana e infraestrutura, um dos principais eixos do programa é a geração de empregos diretos, fomentando sobremaneira a economia nos dois lados da fronteira. “A revitalização da linha é um sonho antigo da fronteira e vamos concretizar agora, vamos buscar apoio da prefeitura de Pedro Juan para viabilizar projeto em comum para os fronteiriços”, enfatizou Hélio Peluffo.

O programa “Fronteira do Futuro” recebe missão do banco de desenvolvimento quando as ações serão explanadas, tendo obras estruturantes de norte a sul do município.

O prefeito Hélio Peluffo explicou que as obras de mobilidade urbana vão redirecionar o crescimento de Ponta Porã, passando pela revitalização da área central e principalmente com relação ao trânsito ligando as regiões norte e sul. “Hoje, Ponta Porã enfrenta um drama gigantesco pela falta de mobilidade. Sabemos das dificuldades e agora com projeto aprovado, vamos executar um projeto ousado, proporcionado por um sistema moderno de gestão que nos permite ter aprovado esse montante para aplicação em diversas frentes de trabalho, garantindo melhor qualidade de vida a toda população e principalmente visando preparar o desenvolvimento para o futuro de forma ordenada”, afirmou o prefeito Hélio Peluffo. Um dos eixos centrais do programa de desenvolvimento é a melhoria da qualidade de vida da população.

Comentário

Comentário

Veja Também

SEGUNDO SECRETARIO DE SAÚDE, AUMENTO DE CASOS DE DENGUE E ASSUSTADOR EM PONTA PORÃ

A sessão ordinária de terça feira (11) da Câmara Municipal de Ponta Porã, foi marcada ...