sexta-feira , 17 janeiro 2020
Home / Destaque / MORTES EM PRESÍDIOS DO MS COLOCA EM ALERTA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS DA OAB

MORTES EM PRESÍDIOS DO MS COLOCA EM ALERTA COMISSÃO DE DIREITOS HUMANOS DA OAB

A Comissão de Direitos Humanos da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul) acompanhará as investigações sobre a morte dos presos encontrados enforcados em unidades da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) no Mato Grosso do Sul.

Conforme nota divulgada, a Comissão se diz preocupada com a situação e afirma que cobrará as medidas cabíveis ao sistema penitenciário estadual.

“A Comissão manifesta preocupação com os fatos e cobrará da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) a tomada de medidas cabíveis. A OAB/MS reforça o seu compromisso em prol do Estado Democrático de Direito e respeito aos Direitos Humanos”.

Em menos de 24 horas, três pessoas foram encontradas mortas em presídios de Campo Grande. Max Manoel Bezerra Gonçalves Neto, 19 anos, e Weverson Ferreira da Silva, 20 anos, foram encontrados enforcados na manhã na terça-feira (29) no Ptran (Presídio de Trânsito de Campo Grande), onde na segunda feira (28) Mateus de Souza Silva, 20 anos, foi encontrado morto no Presídio de Segurança Máxima da Capital e Paulo Roberto da Silva (30) foi encontrado no dia 24 enforcado na Unidade Prisional Ricardo Brandão em Ponta Porã.

Ameaças

Dois presos, que terão a identificação preservada, procuraram a delegacia de Polícia Civil na ultima terça-feira (29) em Campo Grande, onde denunciaram que estão sendo ameaçados por membros da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital). O motivo seria porque eles não integram nenhuma facção criminosa.

Comentário

Comentário

Veja Também

AUTORIDADES PARAGUAIAS INVESTIGAM MORTE DE PRESO NA FRONTEIRA

Autoridades de saúde e judiciais do Paraguai estão investigando a morte do interno Lorenzo Ramon ...