quarta-feira , 23 outubro 2019
Home / Educação / PROFUNCIONÁRIO DE PONTA PORÃ FORMA TÉCNICOS EM ALIMENTAÇÃO ESCOLAR E INFRAESTRUTURA ESCOLAR

PROFUNCIONÁRIO DE PONTA PORÃ FORMA TÉCNICOS EM ALIMENTAÇÃO ESCOLAR E INFRAESTRUTURA ESCOLAR

Um grupo de 53 servidores administrativos que atuam nas escolas públicas de Ponta Porã recebeu, na noite de segunda-feira, 26 de agosto, certificados de conclusão dos cursos técnicos em Alimentação Escolar e Infraestrutura Escolar. Os cursos são oferecidos por meio de parceria entre o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul e a Prefeitura de Ponta Porã.

Os profissionais que obtiveram o título de técnicos pertencem ao quadro efetivo das redes estadual e municipal de ensino. São agentes de cozinha, oficiais de cozinha, auxiliares de serviços diversos, agentes de limpeza, inspetores de disciplina.

Os cursos foram ministrados pela equipe do Profuncionário de Ponta Porã, formada pelos professores tutores Elizete Cardoso (coordenadora do Pólo Ponta Porã), Eliana Vargas e Terezinha Nunes Gonçalves (Infraestrutura Escolar) e Nivalcir Pereira de Almeida (Alimentação Escolar).

Os cursos são oferecidos pelo Centro Estadual de Educação Profissional Professora Evanilde Costa da Silva e as atividades presenciais foram desenvolvidas na Escola Estadual Adê Marques de Ponta Porã, unidade executora do programa. Parte das atividades foram desenvolvidas na modalidade EaD.  Os cursos técnicos de nível médio do Programa Profuncionário são destinados aos profissionais da educação não docentes, efetivos, em exercício nos serviços de alimentação escolar das unidades escolares; também no exercício na limpeza, manutenção, inspeção de alunos, recepção e portaria das escolas.

Os cursos técnicos contribuem para a qualificação dos profissionais que atuam nas escolas públicas de Ponta Porã. No caso dos oficiais de cozinha e agentes de cozinha, a partir de agora, eles passam a ser técnicos em alimentação escolar. Já os auxiliares de serviços diversos, agentes de limpeza e inspetores de disciplina, passam a ser técnicos em infraestrutura escolar.

A partir desta qualificação, os servidores passam a ser denominados profissionais da educação, conforme prevê o Artigo 62ª da Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, 9394/96. Com isso a função exercida na escola se amplia. Os servidores administrativos passam a serem educadores.

A solenidade realizada no Centro Internacional de Convenções Miguel Gomez, foi marcada pela emoção dos formandos, tutores,  familiares e amigos que prestigiaram o momento importantíssimo na qualificação dos profissionais que atuam nas escolas públicas de Ponta Porã.

A mesa de autoridades da solenidade foi composta pela Professora Maria Leny Klais, secretária municipal de Educação; Alini Aparecida de Lima, diretora do CEEP Professora Evanilde Costa da Silva; Elizete Cardoso, coordenadora do Profuncionário Pólo Ponta Porã; Vereador Marquinhos e o coordenador regional de educação CRE-11, Ronaldo Caccia.

Também participou da entrega dos diplomas, Edivaldo Vieira, presidente do Simted de Ponta Porã, entidade parceira do Profuncionário, fundamental para a oferta dos cursos no município. Os tutores Eliana Vargas, Nivalcir Almeida e Terezinha Nunes Gonçalves, também participaram da entrega dos diplomas.

Na abertura, a professora Elizete Cardoso deu as boas vindas a todos e parabenizou aos alunos pela conclusão dos cursos. Ela destacou a importância da formação oferecida pelo Profuncionário na valorização dos profissionais da educação. “A partir de agora, todos passam a ser efetivamente educadores. Isto representa um ganho considerável nas ações desenvolvidas por uma escola que possui uma gestão coletiva e democrática para a educação e formação geral das crianças, adolescentes, jovens e adultos. O resultado traz maior eficiência e produtividade nos serviços prestados na escola bem como uma melhoria sensível no ambiente de trabalho, pois além de aperfeiçoar a qualidade dos serviços, a formação permite a criação de um ambiente de respeito e participação entre todos os atores da educação”, frisou Elizete.

A diretora Alini Aparecida de Lima enalteceu a coragem e a vontade dos formandos que superaram todas as dificuldades na busca de qualificação profissional. O resultado disso é a realização pessoal e profissional. Também a qualificação dos serviços prestados nas escolas públicas. “Vocês, com a conclusão da formação técnica, se tornam educadores. São profissionais indispensáveis para o bom desenvolvimento das atividades no ambiente escolar. Parabéns por esta conquista”, declarou Alini, que também agradeceu à Prefeitura de Ponta Porã e a Coordenadoria Regional de Educação CRE-11 pela parceria no desenvolvimento dos cursos.

A secretária municipal de Educação, Professora Leny Klais, elogiou o trabalho da equipe do Profuncionário de Ponta Porã e parabenizou aos formandos pela conclusão desta etapa importante em suas vidas. “Temos certeza que nossas escolas passam a contar com profissionais mais qualificados, preparados. Isso representa melhoria no ensino oferecido às nossas crianças”, ressaltou Leny, destacando que a Rede Municipal de Ensino possui mais de 13 mil alunos matriculados nas escolas e centros de educação infantil, locais de trabalho dos profissionais formados pelo Profuncionário.

DEPOIMENTOS

Um dos momentos mais emocionantes da solenidade foi quando os formandos participaram efetivamente do evento. Os oradores que representaram as turmas enfatizaram a importância dos cursos em suas vidas pessoal e profissional. Em todas as falas ressaltaram as experiências significativas que vivenciarem em mais de um ano e meio de curso.

Para eles o Profuncionário fez a diferença em suas vidas, contribuindo de maneira significativa para o aperfeiçoamento da forma de agir, pensar e enxergar o mundo, buscando soluções para encarar todos os desafios que a vida apresenta, tanto no aspecto pessoal quanto na atuação profissional.

Importante ressaltar que todos os formandos destacaram a qualidade dos cursos, tanto pelo conteúdo rico em conhecimento, com um acervo bibliográfico próprio e específico relacionado às funções que eles exercem nas escolas. Com isso, favoreceu a produção de diversos trabalhos científicos desenvolvidos ao longo do curso e que já contribuem para a melhoria do ambiente escolar em que estão atuando.

Comentário

Comentário

Veja Também

RECEITA FEDERAL EM PONTA PORÃ DESTINA CEM MIL REAIS EM MERCADORIAS APREENDIDAS PARA UNIDADE DA APAE

As mercadorias destinadas serão vendidas em bazar para arrecadação de recursos em prol da construção ...