quarta-feira , 16 outubro 2019
Home / Educação / PROGRAMA “NOVO MAIS EDUCAÇÃO” E DESENVOLVIDA EM PONTA PORÃ

PROGRAMA “NOVO MAIS EDUCAÇÃO” E DESENVOLVIDA EM PONTA PORÃ

A Secretaria Municipal de Educação, Esporte, Cultura e Lazer por meio do Departamento Pedagógico realizou no dia 08 de agosto, nas dependências do Auditório da Escola Estadual Joaquim Murtinho,  o encontro dos monitores de Língua Portuguesa e Matemática que trabalham no Programa Novo Mais Educação – PNME.

A formação destes profissionais está em consonância com o Plano Municipal de Educação. Lei 4 100 de 02/06/2015 que defende a Educação em Tempo Integral e a Formação Continuada dos professores.

O PNME é uma parceria do município de Ponta Porã com o Governo Federal e  é ofertado em cinco escolas da Rede Municipal de Ensino: EM Jardim Ivone, EM João Carlos Pinheiro Marques, EM Ignês Andreazza, EMR Juvenal Fróes e EM Osvaldo de Almeida Matos, beneficiando cerca de 658 crianças. 

O Programa tem por finalidade contribuir para a:

I – alfabetização, ampliação do letramento e melhoria do desempenho em língua portuguesa e matemática das crianças e dos adolescentes, por meio de acompanhamento pedagógico específico;

II – redução do abandono, da reprovação, da distorção idade/ano, mediante a implementação de ações pedagógicas para melhoria do rendimento e desempenho escolar;

III – melhoria dos resultados de aprendizagem do ensino fundamental, nos anos iniciais e finais – 3º e o 9º ano do ensino fundamental regular.

IV – ampliação do período de permanência dos alunos na escola.

Para tanto, durante dez meses, as escolas desenvolvem diversas atividades que visam o pleno desenvolvimento do educando nas áreas da língua portuguesa, matemática e atividades como dança, iniciação musical, atletismo, futsal.

Técnica responsável e Coordenadora do PNME: Ana Fretez Cristaldo Marques

Comentário

Comentário

Veja Também

PEDRO JUAN CABALLERO SERÁ PALCO DEL PRIMER SEMINARIO INTERNACIONAL SOBRE EL CANNABIS MEDICINAL

La Asociación Cannabica del Amambay invita a universitarios y a la población fronteriza a participar ...