terça-feira , 15 outubro 2019
Home / Destaque / AUTORES DE INCÊNDIO EM VEÍCULOS QUE GEROU TERROR NO INTERIOR DO MS ACABAM PRESOS PELA POLÍCIA CIVIL

AUTORES DE INCÊNDIO EM VEÍCULOS QUE GEROU TERROR NO INTERIOR DO MS ACABAM PRESOS PELA POLÍCIA CIVIL

Os três incêndios consecutivos a veículos em poucas horas, que causaram medo em moradores de Caarapó entre quarta (24) e quinta-feira (25) diante do temor da ação de facções criminosas, foram, na verdade, atos de vandalismo provocados por duas pessoas que consumiram drogas e bebidas alcoólicas.

A informação partiu da Polícia Civil que, com o apoio da Polícia Militar e da Força Nacional, iniciou já na madrugada de quinta buscas por autores e destacou ter esclarecido os fatos. Imagens de câmeras de segurança, informações de moradores e outras pistas levaram os policiais a prenderam, no sábado (27), Emerson Procópio de Oliveira e Paulo Ricardo Cáceres de Lima.

Levados à delegacia, eles confessaram os incêndios, justificados pelo uso de altas doses de drogas e bebidas alcoólicas que o levaram a cometer os crimes “por puro vandalismo, após verem que os veículos estavam abertos, com fácil acesso”, relatou a Polícia Civil.

Emerson e Paulo, por volta das 23h, queimaram um Ford Escort que estava com o vidro aberto e estacionado na Rua da Saudade. Meia hora depois, incendiaram uma Ford F-4000 na Rua Pastor Justo Penha, ao perceberem que a porta da caminhonete estava aberta. Por fim, um caminhão Ford F-1000 parado na Avenida Arsênio Cardoso foi queimado por Emerson, que avistou o vidro aberto.

A dupla foi indiciada por dano qualificado pelo emprego de fogo.

A Polícia Civil reiterou que os fatos se deram por vandalismo, “não havendo nenhuma ligação com qualquer tipo de organização criminosa ou algo do tipo”. O temor com a ação de facções havia tomado as redes sociais depois dos fatos. Caarapó fica próxima à fronteira com o Paraguai, palco de crimes violentos, sendo ainda caminho conhecido por traficantes e contrabandistas e autores e outros ilícitos.

“Os veículos foram escolhidos aleatoriamente e as vítimas não têm nenhum envolvimento com os autores”, prosseguiu a corporação, em nota, ao recomendar que a população adote medidas mínimas de segurança em relação aos seus veículos –que, caso estivessem com vidros e portas fechados, não teriam sido alvo dos autores.

Fonte www.campograndenews.com.br

Comentário

Comentário

Veja Também

CASAL DE “TURISTA” E ENCAMINHADO A PF APÓS SER FLAGRADO COM MAIS DE 2O KILOS DE COCAÍNA NA REGIÃO DE PONTA PORÃ

O fato foi registrado durante abordagem da Polícia Rodoviária Federal na BR 463, na região ...