quarta-feira , 16 outubro 2019
Home / Saúde / SEGUNDO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO APÓS INSTITUTO ACQUA ASSUMIR HR GESTÃO TRIPLICA CIRUGÍAS ELETIVAS

SEGUNDO ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO APÓS INSTITUTO ACQUA ASSUMIR HR GESTÃO TRIPLICA CIRUGÍAS ELETIVAS

Nova gestão reativou duas salas cirúrgicas, investiu em equipamentos e realizou mutirão para otimizar o fluxo de cirurgias

O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, de Ponta Porã, acaba de registrar aumento significativo no número de cirurgias eletivas. Durante 20 dias úteis de abril, foi realizado mutirão para atender 65 pacientes que passaram pelos procedimentos de  cirurgia geral (vesícula e hérnia), ginecológicos e laqueaduras. Em comparativo com o mês anterior, houve aumento de aproximadamente 210%. No mês de março foram contabilizadas 21 eletivas.

O Instituto Acqua assumiu a gestão do hospital em (29/03) junto à Secretaria de Estado da Saúde (SES) e realizou o mutirão de eletivas que foi possível a partir da reativação de duas salas cirúrgicas e da chegada de três novos equipamentos de anestesia e aparelhos para o centro cirúrgico. No total, foram operados 261 pacientes no mês de abril.

“Em maio queremos dobrar a meta chegando próximo de 150 eletivas. Para tornar isso possível, efetuamos medidas para otimizar o fluxo de eletivas e aumentar a capacidade de operações no centro cirúrgico. É importante ressaltar que chamamos 76 pacientes, porém tivemos um percentual de faltas, pois alguns estavam inaptos nos exames cirúrgicos”, explicou o diretor geral da unidade, Demetrius Pareja.

Dirina Gomes Moreira, 61 anos, se deslocou da cidade de Sete Quedas, distante 239 km do município de Ponta Porã, para realizar a cirurgia eletiva de vesícula e elogiou o atendimento. “Há algum tempo vinha sentindo muitas dores no abdômen e náuseas, procurei ajuda na minha cidade e descobri que estava com pedras na vesícula. A equipe da cidade onde eu moro me encaminhou para realizar a cirurgia no Hospital Regional de Ponta Porã. Fiquei muito feliz de ter conseguido pelo SUS, pois é um procedimento caro. Tudo correu bem, gostei do atendimento que recebi das equipes médica e de enfermagem, todos foram bem atenciosos comigo”, disse.

A unidade oferece atendimento de baixa e média complexidade nas unidades de internação (Clínica Médica, Ortopédica, Cirúrgica, Obstétrica e Pediátrica) e UTI Adulto. No Centro Cirúrgico são realizadas cirurgias de médio e pequeno porte e Pronto Atendimento em regime de livre demanda ou referenciada.

“Fui bem atendida desde a minha chegada à recepção, até o meu pós-cirúrgico na enfermaria. Estava com muito medo, pois nunca havia passado por algum procedimento cirúrgico. Agradeço à equipe de enfermagem que me acalmou e me passou segurança, todos me trataram com respeito e carinho. Essas iniciativas são importantes, através do mutirão das cirurgias muitas outras pessoas serão beneficiadas, assim como eu”, completou a autônoma Kelly Inácio Schimidt, 24 anos, que também passou por uma cirurgia de vesícula

Fonte Camila Gonçalves Fernandes Kaveski

Assessora de Comunicação do Hospital Regional Dr. José de Simone Netto

Comentário

Comentário

Veja Também

PEDRO JUAN CABALLERO SERÁ PALCO DEL PRIMER SEMINARIO INTERNACIONAL SOBRE EL CANNABIS MEDICINAL

La Asociación Cannabica del Amambay invita a universitarios y a la población fronteriza a participar ...