domingo , 17 novembro 2019
Home / Destaque / ATAQUE DE PISTOLEIROS EM CIDADES DE FRONTEIRA COM O MS DEIXA UM MORTO E UM FERIDO

ATAQUE DE PISTOLEIROS EM CIDADES DE FRONTEIRA COM O MS DEIXA UM MORTO E UM FERIDO

Cidades de fronteira com o Mato Grosso do Sul registra um homicídio e uma tentativa em menos de 10 minutos.

A onda de violência nas cidades paraguaias de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã e Capitan Bado na fronteira com Coronel Sapucaia registrou na noite de sexta feira (08) uma tentativa de homicídio e um homicídio, na qual por volta das 19:20hs, a vitima identificada como, Oscar Marcelo Martinez Ñunez (32) com prisão domiciliar por abuso sexual em criança, foi executado a tiros de pistola do calibre 9mm, quando chegava a bordo de uma motocicleta em sua residência situada no Assentamento São Miguel na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, onde os pistoleiros a bordo de uma motocicleta realizaram os disparos contra a vítima que chegou a ser auxiliada ao hospital da cidade, onde chegou sem vida.

Já por volta das 19:30hs, a vítima identificada como, Milciades Ramon Aliende Blanco (29) foi atacado a tiros de pistola do calibre 9mm e fuzil do calibre 5.56, quando se encontrava em um campo de vôlei no bairro Chacoí da cidade de Capitan Bado, onde quatro indivíduos teriam chegado a bordo de um veiculo com capuz e realizaram os disparos contra a vítima que foi auxiliado até o posto de saúde da cidade onde após receber atenção médica se encontra em estado de observação.

Em ambos os casos investigadores da Divisão de Homicídios e investigadores da Polícia Técnica realizaram os trabalhos de praxe e investigarão a motivação dos ataques de pistoleiros contra as vitimas, não se descarta que os casos tenham relação com um ajuste de contas do crime organizado que atua na região de fronteira com o Mato Grosso do Sul.

Comentário

Comentário

Veja Também

NOTICIA FALSA COLOCA EM RISCO DE MORTE MORADORES DE PONTA PORÃ E REGIÃO DE FRONTEIRA

Divulgação de fotos de pessoas nas redes sociais com noticia falsa coloca em risco de ...