domingo , 17 novembro 2019
Home / Geral / DECRETO DE EMERGÊNCIA PERMITIRÁ A PREFEITO DO INTERIOR DO MS RÁPIDA RECUPERAÇÃO DE DIQUE AS MARGENS DO RIO PARAGUAI

DECRETO DE EMERGÊNCIA PERMITIRÁ A PREFEITO DO INTERIOR DO MS RÁPIDA RECUPERAÇÃO DE DIQUE AS MARGENS DO RIO PARAGUAI

Monitorada diariamente, a estrutura do aterro de contenção às margens do Rio Paraguai, em Porto Murtinho, que cedeu na semana passada, está estável. O prefeito Derlei João Delevatti (PSDB) aguarda decreto de emergência na segunda-feira (04) para que as obras comecem o mais rápido possível.

“Foi feito o isolamento da área e estamos monitorando o dique constantemente. Um dia após o desmoronamento, a estrutura cedeu um pouco mais, porém agora se estabilizou”, disse o prefeito.

O decreto de emergência permite que sejam feitas contratações de empresas e compras emergências sem a necessidade de licitação. “Temos que aproveitar que o rio está baixo para começar os reparos necessários”, afirmou.

Na última quinta-feira (31), a Agesul (Agência Estadual de Empreendimentos) informou que vai contratar empresa para fazer um projeto de engenharia e estudar a melhor alternativa de recuperação do estrago provocado na estrutura. 

Dentro deste estudo, segundo a agência, será feito o furo de sondagem para analisar o tipo de terreno para indicar a melhor solução de engenharia. A obra no dique foi feita há oito anos e pelo período será necessário fazer nova contratação para os reparos. 

Conforme a Agesul, o solapamento e rompimento das estruturas de concreto foram provocados pela força da água em trecho crítico devido à quantidade de embarcações. Os pilares romperam em uma curva, próximo a área de captação da Sanesul (Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul), entre os locais onde serão os novos portos.

Fonte https://www.campograndenews.com.br

Comentário

Comentário

Veja Também

CÂMARA DE VEREADORES EM PONTA PORÃ REALIZA MUDANÇAS A FIM DE DAR MAIOR QUALIDADE NO ATENDIMENTO AO PÚBLICO

Um amplo entendimento entre os 17 vereadores de Ponta Porã permitiu que a Câmara Municipal ...