domingo , 17 novembro 2019
Home / Destaque / POLICIAIS MILITARES SÃO ATACADOS POR INDÍGENAS NO INTERIOR DO MS

POLICIAIS MILITARES SÃO ATACADOS POR INDÍGENAS NO INTERIOR DO MS

Policiais Militares são atacados por índios com facas, facões, foices, enxadas e coquetel incendiário próximo a cidade do interior do Mato Grosso do Sul.

A tensão em uma área de invasões às margens da Perimetral Norte do município de Dourados no interior do Mato Grosso do Sul, culminou, na prisão de dois indígenas e apreensão de um adolescente. A situação é considerada crítica na região, onde equipes do Batalhão de Choque da Polícia Militar foram deslocadas da Capital em direção à cidade, onde os índios teriam atacaram os policiais que realizaram uma primeira prisão, decorrente de uma possível invasão.

No sábado (12), por volta das 11:30hs, o indígena Ezequiel Gonçalves Canteiro (21), foi preso sob a acusação de lesão corporal e ameaça, conforme relatado pelo meio de comunicação Dourados News. Quatro seguranças de uma propriedade da região figuram no registro policial como vítimas, em meio a situação de conflito entre indígenas e produtores rurais.

Um proprietário rural de 49 anos informou que indígenas teriam tentado invadir a área, sendo que Ezequiel acabou detido com um ferimento na perna, decorrente de disparo de arma de fogo. Com ele, havia um simulacro de espingarda, feito com madeira e cano. Ezequiel foi encaminhado ao hospital para tratamento e posteriormente autuado por lesão corporal dolosa e ameaça.

Após esta prisão, a situação teria se acirrado na região. Policiais Militares que atendiam a ocorrência relataram que, após deterem o suspeito, foram atacados por índios com facas, facões, foices, enxadas e coquetel incendiário, momento em que Rosileiva da Silva (37), foi presa, e um sobrinho dela apreendido. As autuações de crime e ato infracional de analogía a crimes se deram por tentativa de homicídio, tentativa de incêndio e tortura.

Desde julho deste ano, proprietários rurais relatam que tiveram áreas ocupadas por indígenas na região norte de Dourados. A situação envolve sitiantes e indígenas que disputam judicialmente áreas ao longo da Avenida Guaicurus e da Perimetral Norte no município de Dourados no Mato Grosso do Sul.

Fonte Dourados News

Comentário

Comentário

Veja Também

POLICIAL MILITAR FICA GRAVEMENTE FERIDO DURANTE PERSEGUIÇÃO EM PONTA PORÃ

Soldado da Polícia Militar de Ponta Porã do GETAM (Grupamento Tático de Motos) identificado como ...