domingo , 17 novembro 2019
Home / Geral / DEPUTADO APRESENTA PROPOSTAS DE UNIFICAÇÃO DO CONTROLE DE ENDEMIAS E DE PESCA NO PARLAMENTO DO MERCOSUL

DEPUTADO APRESENTA PROPOSTAS DE UNIFICAÇÃO DO CONTROLE DE ENDEMIAS E DE PESCA NO PARLAMENTO DO MERCOSUL

O deputado federal Beto Pereira (PSDB) tomou posse nesta segunda-feira (30) como membro do Parlamento do Mercosul, em Montevidéu, Uruguai. Em sua primeira participação no colegiado, que reúne parlamentares da Argentina, do Uruguai, da Bolívia, do Paraguai, da Venezuela, além do Brasil, Beto apresentou duas proposições nas áreas sanitária e ambiental.

Uma das propostas de Beto Pereira é que as campanhas de prevenção de endemias aconteçam simultaneamente nos países fronteiriços. “Hoje o brasileiro sofre com o número de casos de dengue e teme doenças como chykungunya e zika, porém na década de 1950 já havíamos erradicado o mosquito aedes aegypti, vetor dessas doenças. De lá para cá, alguns dos nossos vizinhos não realizaram as mesmas campanhas e as doenças voltaram através de nossas fronteiras secas”, explicou Pereira.

O Brasil é o maior país da América do Sul, com um território que se estende por 47% desta parte do continente americano. Banhado pelo oceano Atlântico, o pais possui 23.102 quilômetros de fronteiras, sendo 15.735 terrestres e 7.367 marítimas.

Outra proposição do parlamentar é a que proíbe a captura do peixe Dourado na Bacia do Prata. A pesca da espécie já é proibida nos Estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, São Paulo e Paraná. A Argentina também tem legislação proibitiva em relação ao peixe Dourado, mas o Paraguai ainda não. “Não adianta uma das margens ter uma legislação rigorosa sobre a pesca deste peixe, que é cobiçado pelo seu valor e sabor, e na outra margem do rio ser completamente liberado. Se queremos preservar a espécie e que nossos filhos e netos possam pescar de forma esportiva no futuro o Dourado, é fundamental a proibição agora”.

Segundo estudos solicitados pelo deputado Beto Pereira, a proibição não significa um grande impacto na renda dos pescadores e o Dourado é apenas o oitavo no ranking de peixes mais vendidos. Mesmo assim, os mesmos estudos mostram uma considerável diminuição populacional dos cardumes nos últimos 20 anos.

Em Mato Grosso do Sul, a pesca do Dourado para fins comercias está proibida pela Lei nº 5.321, de autoria de Beto Pereira quando era deputado estadual. No Estado é autorizado apenas a pesca na modalidade pesque e solte. Isso atraiu cada vez mais pescadores amadores para Mato Grosso do Sul, que ajudam a preservar a espécie e fomentar o turismo pesqueiro responsável.

Os dois projetos de autoria do deputado Beto Pereira vão tramitar em comissões temáticas do Parlamento do Mercosul e se aprovados serão encaminhados em forma de sugestões para os demais países através do Mercado Comum do Sul. “Vamos trabalhar politicamente para que essas propostas saiam do papel e se tornem realidade em benefício da saúde da população e do meio ambiente”, finalizou Beto.

Comentário

Comentário

Veja Também

CIDADE DO INTERIOR DO MS SERÁ PALCO DA 11ª FEIRA ESTADUAL DE PRODUTOS DA AGRICULTURA FAMILIAR

A Fetraf MS realiza nos dias 6 a 8 de dezembro a 11ª Feira Estadual ...