terça-feira , 17 setembro 2019
Home / Economia / GOVERNO DO MS PAGARÁ ENCARGOS TRABALHISTAS DE EX-FUNCIONÁRIOS PRESTADORES DE SERVIÇO AO “GRUPO GERIR” EM PONTA PORÃ

GOVERNO DO MS PAGARÁ ENCARGOS TRABALHISTAS DE EX-FUNCIONÁRIOS PRESTADORES DE SERVIÇO AO “GRUPO GERIR” EM PONTA PORÃ

Após varios meses de impasse entre ex-funcionarios da Nutrimax Alimentos Eireli e Vix Serviços ES Ltda prestadora de serviços ao “Grupo Gerir” ex-administradora do Hospital Regional de Ponta Porã, o Governo realizará o pagamento aos ex-funcionario das empresas.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES), deve pagar, nos próximos dias, o salário dos funcionários das empresas Nutrymax Alimentos Eireli e Vix Serviços ES Ltda que foram terceirizadas pela Organização Social (OS) GERIR, que fazia a gestão do Hospital Regional de Ponta Porã Dr. José Simone Neto. Os encargos trabalhistas que serão quitados totalizam R$ 283.235,81.

Diante da situação de insolvência e inadimplência da GERIR em todo país, o Governo do Estado rescindiu o contrato com a mesma e uma nova OS precisou assumir o hospital. Na época, o Governo, por meio da Secretaria de Saúde, pagou R$ 3,2 milhões aos colaboradores do hospital, apesar de não ter responsabilidade financeira sob os mesmos.

Desta vez, o Governo se colocou mais uma vez em prontidão e se comprometeu a quitar os encargos trabalhistas dos 21 funcionários da Nutrymax Alimentos, totalizando R$ 129.375,07, e 29 colaboradores da Vix Serviços, no montante de R$ 153.860,74. A GERIR terceirizou o serviço das empresas citadas, mas ao deixar o hospital não cumpriu com as obrigações financeiras.

“Mas uma vez, o Governo se empenha em resolver os entraves e não cessa em buscar condições para que o pagamento aconteça, apesar de não ser sua responsabilidade”, disse o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende.

A Procuradoria Geral do Estado, juntamente com a área jurídica da SES, viabilizam uma solução consensual para que o pagamento das empresas possa ser feito. Representantes da SES entrarão em contato com o Ministério Público do Trabalho de Dourados, na próxima segunda-feira, para intermediar o acordo com os representantes das empresas as quais os funcionários são vinculados.

Comentário

Comentário

Veja Também

CAIXA ESTENDE HORÁRIO DE ATENDIMENTO A SAQUES DO FGTS

Na sexta-feira (13), começam a ser disponibilizados os saques de até R$ 500 em contas ...