sexta-feira , 13 dezembro 2019
Home / Destaque / DELEGADA DA DAM EM PONTA PORÃ DIZ QUE E PRECISO FORTALECER OS TRABALHOS DE PROTEÇÃO A MULHER

DELEGADA DA DAM EM PONTA PORÃ DIZ QUE E PRECISO FORTALECER OS TRABALHOS DE PROTEÇÃO A MULHER

Na sessão ordinária de terça-feira, 06 de agosto, a primeira do segundo semestre legislativo de 2019, a Câmara Municipal anunciou adesão ao “Agosto Lilás”, considerada a maior campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher no Brasil. Neste ano de 2019, a pauta são os 13 anos da Lei Maria da Penha, os avanços e conquistas na defesa e proteção das mulheres.

O objetivo é sensibilizar a sociedade sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher e divulgar a Lei Maria da Penha (Lei federal nº 11.340, de 07 de agosto de 2006), por meio de palestras, debates, encontros, panfletagens, eventos e seminários abordando os tipos de violência especificados na lei e como promover o enfrentamento à violência contra a mulher.

A delegada da Mulher, Marianne Cristine de Souza, utilizou a Tribuna Livre durante a sessão para anunciar que as ações serão desenvolvidas nas escolas de Ponta Porã. “Precisamos divulgar a fortalecer o trabalho desenvolvido pela rede de proteção à mulher vítima de violência. Em Ponta Porã além da Delegacia de Atendimento à Mulher temos o envolvimento de diversos segmentos como a Polícia Militar, a Prefeitura, Ministério Público, Defensoria Pública, Poder Judiciário”.

Ela apresentou números alarmantes sobre a situação no município. “Infelizmente os números são preocupantes. Só neste ano foram registradas 356 ocorrências envolvendo mulheres e crianças. 160 casos de ameaças, 59 de lesão corporal, 33 estupros de mulheres e vulneráveis, e 40 casos de descumprimento de medidas protetivas”, revelou.

Marianne disse que, neste ano, já foram instaurados 311 inquéritos, sendo efetuadas 66 prisões de agressores e 301 pedidos de medidas protetivas às vítimas de violência. “É necessário ampliar o debate sobre o problema. Por isso vamos desenvolver através da rede as ações, principalmente palestras, para reduzir estes números”, declarou.

O presidente da Câmara Municipal, falando em nome dos vereadores, disse que o Poder Legislativo vai dar total apoio ao trabalho desenvolvido no “Agosto Lilás”. “A Câmara Municipal de Ponta Porã está atenta a este problema. Já promovemos diversos eventos para debater o tema da violência contra a mulher. Posso garantir que todas as ações que visam enfrentar este problema terão nosso apoio. A Câmara estará presente apoiando estas iniciativas”, assegurou Candinho.

Em Ponta Porã as pessoas que queiram denunciar casos de violência contra a mulher podem procurar as autoridades policiais e também acioná-las através dos telefones 180 e 190. O telefone da delegacia de Atendimento à Mulher é 3431-3771.

Comentário

Comentário

Veja Também

DEFRON INCINERA QUASE DEZ TONELADAS DE DROGAS APREENDIDAS NA REGIÃO DE FRONTEIRA

A DEFRON (Delegacia Especializada em Repreensão aos Crimes de Fronteiras) incinera 9 toneladas 648 kilos ...