sexta-feira , 13 dezembro 2019
Home / Destaque / AÇÃO CONJUNTA DO SIG E DENARC CULMINA NA PRISÃO DE ASSASSINO DE ASSENTADO NA REGIÃO DE PONTA PORÃ

AÇÃO CONJUNTA DO SIG E DENARC CULMINA NA PRISÃO DE ASSASSINO DE ASSENTADO NA REGIÃO DE PONTA PORÃ

Suspeito de executar e incendiar veiculo de vitima em assentamento na região de Ponta Porã e preso em ação conjunta do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil de Ponta Porã e DENARC (Divisão Estadual de Narcóticos) da Polícia Civil do Paraná.

O mesmo foi identificado como, Antônio Ferreira Blanco Neto (24) preso na quarta feira (17) na cidade de Foz do Iguaçu, Antônio e suspeito de ser o autor de um homicídio na cidade de Dourados e o autor também da execução de Assunção Ojeda (47) visto pela última vez na tarde da sexta feira 24 de maio deste ano com vida e posteriormente encontrado jogado em um rio na região do Assentamento Nova Era onde também foi encontrado o veiculo da vitima incendiado, na época os familiares manifestaram que o mesmo se encontrava bebendo em companhia de um rapaz na região em um bar situado na área comercial do Assentamento Nova Itamarati e desde então desapareceu pela que os familiares procuraram a polícia para informar o caso, quando no sábado, populares informaram da existência de um veiculo da marca GM, modelo Celta, cor vermelha, incendiado nas proximidades da ponte de acesso ao assentamento Nova Era, onde os Policiais Militares se deslocaram, encontrando o veiculo da vitima incendiado e durante as buscas encontraram vestígios de sangue na ponte e no corrimão pela que na manha de terça feira (28), acionaram os investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil que apoiados por Policiais Militares realizaram buscas pela área e acabaram encontrando o corpo da vítima executado possivelmente com facão e posteriormente jogado nas águas do rio.

Investigadores coordenados pelos delegados Dr. Juliano Cortez e Dr. Alcides Bruno Braum, acabaram identificando a localização do autor da execução de Assunção Ojeda, que tinha fugido da região de fronteira ao estado do Paraná, pela que os investigadores do SIG iniciaram uma investigação sobre o paradeiro do mesmo que acabou preso na cidade de Foz do Iguaçu em uma ação conjunta de Policiais Civis de Ponta Porã e do estado do Paraná, onde os investigadores acabaram descobrindo ainda que o mesmo teria assassinado uma pessoa no município de Dourados e tinha passagem pela polícia pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

A Polícia Civil de Ponta Porã investiga agora que teria motivado Antônio a Executar Assunção Ojeda e posteriormente queimar o veiculo da vitima.

Relembre o caso http://poranews.com/?p=38955

Comentário

Comentário

Veja Também

DEFRON INCINERA QUASE DEZ TONELADAS DE DROGAS APREENDIDAS NA REGIÃO DE FRONTEIRA

A DEFRON (Delegacia Especializada em Repreensão aos Crimes de Fronteiras) incinera 9 toneladas 648 kilos ...