sexta-feira , 18 outubro 2019
Home / Destaque / “BATISMO DE SANGUE” DO PCC MARCA VIOLENTO DIA DOS PAIS EM PRESÍDIO NO PARAGUAI

“BATISMO DE SANGUE” DO PCC MARCA VIOLENTO DIA DOS PAIS EM PRESÍDIO NO PARAGUAI

Guerra entre facções durante motim em penitenciária do Paraguai deixa, 10 mortos entre eles um integrante do PCC, dos quais cinco foram decapitados e três queimados e oito internos feridos até o momento, mas não se descarta que o número de víctimas seja maior.

O fato foi registrado nas primeiras horas da tarde de domingo (16) quando funcionários da Penitenciária do estado de San Pedro alertaram os agentes anti motim e a Polícia Nacional do Paraguai sobre a situação no interior do presídio, onde informações indicam que um integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital) teria sido executado junto a outros nove internos e oito internos ficaram feridos, segundo a médica legista Gala del Rosario Ortigoza que realizou os trabalhos de praxe apoiados pela Polícia Técnica.

Agentes da Polícia Nacional do Paraguai chegaram ao local por volta das 13:00hs, e após uma tensa negociação ingressou ao interior do presídio para retirar os feridos, informações ainda indicam que os internos utilizaram armas artesanais e armas de fogo, a guerra teria se iniciado entre integrantes do PCC e integrantes do Clã Rotela, segundo o chefe de polícia comissário Victor Balbuena,.

A direção prisional identificou os dez mortos durante o motim como sendo os internos, Cristian Domínguez, Derlis Silva, Roberto Presentado, Pedro Duarte, Roque Ariel Lugo, Roberto Morales, Víctor Olmedo, José OsorioDerlis Sánchez e Bruno Cutier que faleceu no hospital ao não resistir os ferimentos, os três queimados até o momento não foram identificados.

Membros do Clam Rotela, comandado por Armando Javier Rotela vulgo Rei do Crack, preso no dia 28 de Julio de 2011 durante um megaoperativo da Narcótica, se encontra atualmente presos na Penitenciária de Tacumbu na capital do Paraguai por comercialização de drogas perigosos e associação criminosa, este ao ter conhecimento da morte de seus integrantes na tarde deste domingo, iniciaram um princípio de motim que foi rapidamente controlado.

Na passada sexta feira um caso similar foi registrado na Penitenciária de Tacumbu situada na capital Assunção, onde integrantes do PCC (Primeiro Comando  da Capital) executaram dois presos e um resultou gravemente ferido, os internos teriam utilizado armas artesanais e o motim teria ocorrido em razão de um “batismo de sangue” realizado pelo PCC aos novos reclutas que aceitaram ingressar no grupo criminoso brasileiro que atua nas prisões do Paraguai.

Comentário

Comentário

Veja Também

MS SE DESTACA ENTRE OS ESTADOS COMO O MAIS SEGURO DO BRASIL

Mato Grosso do Sul é um Estado rico em belezas naturais, mas que divide espaço ...