terça-feira , 16 julho 2019
Home / Destaque / AO SER ABORDADA MULHER DIZ QUE DORMIA NO PRESIDIO DE ONDE SAIA PARA PRATICAR FURTOS NA FRONTEIRA

AO SER ABORDADA MULHER DIZ QUE DORMIA NO PRESIDIO DE ONDE SAIA PARA PRATICAR FURTOS NA FRONTEIRA

Mulher que vinha realizando onda de furtos em comércios na região de Ponta Porã e presa pela Polícia Militar e diz que saia do presídio para realizar os furtos.

A mesmo foi identificada como a paraguaia, Clementina Amada Ruminich Nunez (33) flagrado em varias imagens de câmeras de segurança de comércios da cidade de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, onde atuava em companhia de uma comparsa que a mesma identificou como uma tal “Norma”, a prisão de Clementina Ruminich ocorreu na manha de sexta feira (14) por volta das 09:00hs, ao ser abordada por Policiais Militares nas proximidades da linha divisória entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã.

A mesma manifestou aos policiais que passa as noites no Centro Penitenciário Regional de Pedro Juan Caballero de onde sai em horas da manha para realizar os furtos nos comércios da cidade, onde aparece nas imagens de câmeras de segurança, situação que motivou seu encaminhamento ao DP da Polícia Civil, onde assumiu os furtos, ate o momento o diretor do Centro Penitenciário, não se manifestou em que condições a mesma e a cúmplice se encontram no presídio ou se apenas dormem no local em companhia de algum preso.

Comentário

Comentário

Veja Também

FAMÍLIAS SE REENCONTRAM APÓS 50 ANOS SEPARADOS COM APOIO E AJUDA DE VEREADORES DE PONTA PORÃ

Famílias se reúnem após 50 anos sem ter contato com apoio e ajuda de vereadores ...