quarta-feira , 19 junho 2019
Home / Destaque / EM REUNIÃO DEPUTADO E COORDENADORA DO PARLAMENTO FEMININO DISCUTEM FEMINICÍDIO, VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E SEGURANÇA PÚBLICA NA FRONTEIRA

EM REUNIÃO DEPUTADO E COORDENADORA DO PARLAMENTO FEMININO DISCUTEM FEMINICÍDIO, VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E SEGURANÇA PÚBLICA NA FRONTEIRA

Deputado Estadual Coronel David e Coordenadora do Parlamento Feminino Anny Espinola discutem projetos e ações contra femicídio, violência contra a mulher e Segurança Pública com jornalistas na fronteira.

Durante o final de semana o Deputado Estadual Coronel David (PSL) e a Coordenadora do Parlamento Feminino, Vereadora Anny Espinola (PSDB) durante reunião no 4o Batalhão da Polícia Militar em Ponta Porã, discutiram projetos e ações contra o feminicídio, violência contra a mulher e Segurança Pública na região de fronteira com os jornalistas Léo veras e Markon Machado, quando o Deputado manifestou que durante reunião com o presidente Jair Bolsonaro, tem manifestado ao mesmo sua preocupação na área de segurança pública, esta mesma situação já e de conhecimento do Governador do estado do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja que junto ao deputado tem estudado ações a fim de melhorar a segurança pública nas cidades do estado com fronteira a outros países, onde os policiais devem após apresentação de um projeto receber o tão solicitado “adicional de fronteira”, outra das preocupações do deputado discutido com os jornalistas foi a instalação do COPE (Comando de Operações Penitenciárias) no sistema prisional de Ponta Porã, onde a Polícia Militar deve disponibilizar policiais para realizar o transporte de internos ao hospital para atendimento médico, aos bancos para realizar saques e aos encontros entre casais, situação que deixa um número reduzido de Policiais Militares para realizar a segurança da população local, este caso, segundo informações, já foi amplamente discutido com os integrantes da justiça em Ponta Porã, mas que ate o momento não obteve nenhum resultado positivo em favor da população fronteiriça que ante o número reduzido de policiais nas ruas fica a mercê dos delinquentes a qualquer hora do dia, durante a discussão vários outros temas foram colocados a conhecimento dos jornalistas, como a instalação de uma unidade do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) em Ponta Porã.

Já os jornalistas presentes manifestaram que a instalação do DOF na cidade, deve ser estudada detalhadamente, pois, segundo os jornalistas, o DOF tem realizado excelentes trabalhos no combate ao crime organizado e ao narcotráfico nas estradas do estado, pois está preparada para esse tipo de fiscalização e o combate a criminalidade urbana deve ser papel da Polícia Militar que deve ser mais bem aparelhada com homens, viaturas e armamento, os jornalistas também discutiram o papel da Força Nacional no município, onde a mesma foi enviada apenas para realizar segurança a policiais de uma instituição policial da cidade e até o momento não se tem conhecimento qual a função da mesma no município, entre as questões discutidas a Coordenadora do Parlamento Feminino, Vereadora Anny Espinola falou sobre o alarmante número de casos de violência contra a mulher na região de fronteira, números estes que teriam aumentado em razão do conhecimento que as mulheres estão tendo com as Audiências Públicas e as ações desencadeadas a fim de conscientizar a população sobre o tema, que segundo os jornalistas sería um tema cultural na região, onde a mulher ate o inicio das ações não obtinha conhecimento sobre os seus direitos muitas vezes ofuscadas pelo machismo existente, mas que a divulgação das ações tem levado várias mulheres a ter coragem e reagir em busca de seus direitos pela que a vereadora foi parabenizada juntamente os Policiais Militares do 4o Batalhão da Polícia Militar em Ponta Porã, e o Tenente Coronel Carlos Magno, que não tem medido esforço e desenvolver o projeto PROMUSE (Programa Mulher Segura) desencadeado pela Polícia Militar do estado que busca um trato diferenciado as mulheres vítimas de violência com Policiais Militares altamente preparados para atender as situações de forma rápida dando a segurança necessitada pela vítima.

Comentário

Comentário

Veja Também

CÂMARA APROVA PROJETO AUTORIZANDO INVESTIMENTO SUPERIOR A 100 MILHÕES EM PONTA PORÃ

A Câmara Municipal de Ponta Porã aprovou na tarde de terça-feira, 18 de junho, um ...