quarta-feira , 19 junho 2019
Home / Geral / CÂMARA DE VEREADORES DEBATE EM PONTA PORÃ REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CÂMARA DE VEREADORES DEBATE EM PONTA PORÃ REFORMA DA PREVIDÊNCIA

A Câmara Municipal de Ponta Porã abriu as portas para que a população pudesse conhecer e debater em detalhes a proposta do governo federal de Reforma da Previdência Social.

O evento, promovido pela Câmara Municipal, através das comissões de Saúde, Assistência Social e Seguridade Social e da comissão de Economia, Finanças e Fiscalização, reuniu representantes de diversos segmentos sociais: trabalhadores, universitários, educadores, comerciários, pequenos agricultores.

Na abertura dos trabalhos o representante dos trabalhadores na agricultura, José Martins da Silva, disse que está preocupado com a situação, pois a proposta do Governo Federal é acabar com a aposentadoria dos trabalhadores rurais. Por isso, a FETAGRI juntamente com as demais entidades representativas está pressionando os deputados federais e senadores a votarem contra a proposta do governo Bolsonaro.

O advogado Aquiles Paulus, representante do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação, disse que a proposta do governo não acaba com os privilégios e, por isso, o discurso do governo é falso. “A reforma está sendo colocada como a salvação do Brasil, como se a aposentadoria dos trabalhadores fosse o maior problema do país. Precisamos aprofundar o debate sobre este tema e as pessoas precisam se informar melhor porque se for aprovada, esta proposta será muito prejudicial aos trabalhadores”, declarou.

O deputado federal, Vander Loubet foi enfático em dizer que o projeto do governo só vai atender banqueiros e grandes industriais. “O governo quer privatizar a aposentadoria dos trabalhadores. Teremos que pagar mais do que precisamos. A proposta do governo Bolsonaro prejudica as mulheres, não acaba com os privilégios pois deixa militares, magistrados e os grandes sonegadores de fora. É uma proposta que só atende aos ricos deste país. Por isso, precisamos mobilizar a população e mostrar que somos contra. Neste sentido, trabalho contra a proposta no Congresso Nacional”, afirmou Vander.

Após os pronunciamentos iniciais foi aberto espaço para que os presentes pudessem se manifestar e efetuar questionamentos sobre o tema.

A audiência pública foi conduzida pelo vereador Paulinho Roberto do PT e secretariada pele vereador Edinho Quintana. O presidente da Câmara, Candinho Gabínio, participou dos trabalhos da Mesa Diretora, juntamente com a vereadora Neli Abdulahad.

Marcaram presença os vereadores Rony Lino, Wanderlei Avelino, Edevaldo Mattoso Barbosa, Beth Almeida, Agnaldo Miudinho, Radialista Aleixo Alves.

O presidente da Câmara Municipal, Candinho Gabínio, afirmou que “a Câmara Municipal de Ponta Porã está abrindo as portas para que a população possa se informar e debater a Reforma da Previdência, um dos temas mais preocupantes do momento. Trata-se de uma medida que repercute diretamente na vida de todos os brasileiros, daí a necessidade de todos sabermos em detalhes o que está sendo proposto e os motivos para que a reforma seja realizada pelo governo”, declarou o presidente.

Paulinho Roberto do PT destacou a realização do evento como um momento importante para que, especialmente os trabalhadores pudessem se informar sobre o tema. Ele agradeceu a presença dos representantes dos mais diversos segmentos sociais da fronteira e do deputado federal, Vander Loubet, que atua em Brasília, diretamente no centro dos debates e das decisões. “Nosso objetivo foi abrir as portas da Câmara Municipal de Ponta Porã para que todos pudessem expor o que pensam sobre a Reforma da Previdência. Nós vereadores temos um papel fundamental na organização da sociedade para o enfrentamento de questões tão importantes. Por isso, queremos agradecer a todos pela presença e dizer que estamos abertos ao diálogo. Sempre que houver necessidade, estaremos propondo na Câmara Municipal, a realização de debates como o de hoje”, declarou Paulinho em nome dos demais vereadores.

Comentário

Comentário

Veja Também

JUSTIÇA DO TRABALHO LANÇA PRÊMIO NACIONAL DE JORNALISMO COM CINCO CATEGORÍAS

No último dia 12 de junho, Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil, o Tribunal Superior ...