sexta-feira , 23 agosto 2019
Home / Destaque / POLÍCIA APREENDE QUASE 100 KILOS DE EXPLOSIVOS NA FRONTEIRA COM O MS

POLÍCIA APREENDE QUASE 100 KILOS DE EXPLOSIVOS NA FRONTEIRA COM O MS

Investigadores da Direção de Investigações Criminais de Casos Puníveis da Polícia paraguaia apreende quase 100 kilos de explosivos na fronteira com o Mato Grosso do Sul.

O fato foi registrado na manha de domingo (26) por volta das 11:20hs, durante um trabalho de inteligência desencadeada pelos investigadores da Direção de Investigações de Criminais de Casos Puníveis, coordenado pelo Comissário Rafael Gonzalez, da Polícia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã, que resultou na apreensão de 76 kilos de explosivos em Gel que estavam distribuídos em 54 unidades em poder do paraguaio, Emiliano Ortega Arevalos (27) que foi preso após descer de um ônibus na ruta 5ta nas imediações da colônia Naranjay situada a uns 68 kilometros da fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul.

Segundo apreenderam o comissário, já se tinha conhecimento da movimentação da carga de explosivo da região de San Pedro a Pedro Juan Caballero, pela que foi reforçada as investigações a fim de identificar o individuo que transportaria a carga até a região de fronteira e na manha de domingo ao ser identificado, foi iniciada uma investigação a fim de detectar onde e como o mesmo se deslocaria a região de fronteira, quando os investigadores abordaram o mesmo após este descender de um ônibus na região da colônia, onde recebeu voz de prisão e foi encaminhado a sede da Direção de Investigações Criminais de Casos Puníveis, ainda segundo informações, Emiliano Ortega, teria parado na região em razão do forte controle policial na área e teria chamado os compradores para o resgate e realizar a cobrança de aproximadamente 40 mil reais pelo transporte dos explosivos ate a região próxima a fronteira, onde seria possivelmente utilizada por integrantes de facções criminosas brasileiras para assaltos a bancos, explosão de caixa fortes e eletrônicos e na liberação de presos na região, ligados ao PCC (Primeiro Comando da Capital) que estaría atuando nesta parte do Paraguai na fronteira com o Mato Grosso do Sul.

Comentário

Comentário

Veja Também

“OPERAÇÃO FRONTEIRA SEGURA II” APONTA ALTO RESULTADO POSITIVO NAS PRIMEIRAS 12 HORAS NA REGIÃO DE FRONTEIRA

Sucesso da “Operação Fronteira Segura II” e visível nas primeiras 12 horas na região de ...