quarta-feira , 19 junho 2019
Home / Destaque / MAUS TRATOS A MÃE DE FAMILIA EM SUPERMERCADO GERA CRÍTICAS E REPÚDIO NA FRONTEIRA

MAUS TRATOS A MÃE DE FAMILIA EM SUPERMERCADO GERA CRÍTICAS E REPÚDIO NA FRONTEIRA

Maus trato a dona de casa em supermercado na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero recebe duras criticas e o repúdio dos familiares na fronteira.

O maus trato sofrido por uma mulher de 55 anos que na tarde da última sexta feira (24) por volta das 17:00hs, foi humilhada no supermercado “Fortis” do grupo empresarial Cogorno, situado na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã, recebeu duras críticas da população e o repúdio dos familiares da vítima, que foi injustamente acusada de estar roubando no interior do supermercado.

Segundo os familiares que se manifestaram contra o supermercado “Fortis” a mulher foi humilhada pelos seguranças despreparados do local, que obrigaram a idosa a se despir, acusando a mesma de roubo, a mesma teria sido abordada pelos segurança na hora de sair do estabelecimento e acusada de estar roubando no local pela que foi encaminhada a a uma área, onde teve que se despir de suas roupas na frente de seguranças despreparados e sem um mínimo de respeito pelos clientes, a mesma após sofre a humilhação foi liberada sem uma justificativa coerente ou um pedido de desculpas, razão pela que recebeu duras criticas de moradores da fronteira e o repúdio dos familiares da mãe de familia.

As constantes violações dos direitos das pessoas nas empresas do grupo têm sido questionados pelas vítimas e seus familiares, onde os responsáveis e os do setor de segurança tem atuado como os “todopoderoso” da região.

Comentário

Comentário

Veja Também

SINDICATO DAS GUARDAS MUNICIPAIS DE PONTA PORÃ EMITE NOTA PÚBLICA DE ESCLARECIMENTO

O SINDICATO DOS GUARDAS MUNICIPAIS DE PONTA PORÃ/MS no uso de suasatribuições legais e também ...