terça-feira , 15 outubro 2019
Home / Destaque / SUPOSTOS INTEGRANTES DO COMANDO VERMELHO SÃO MORTOS DURANTE TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA NA FRONTEIRA COM O MS

SUPOSTOS INTEGRANTES DO COMANDO VERMELHO SÃO MORTOS DURANTE TROCA DE TIROS COM A POLÍCIA NA FRONTEIRA COM O MS

Durante busca e apreensão cinco supostos integrantes do Comando Vermelho acabam mortos e seis são presos na região de fronteira com o Mato Grosso do Sul.

O fato ocorreu na manha de quarta feira (01) quando por volta das 06:00hs, investigadores da Divisão de Combate ao Crime Organizado realizaram um operativo de busca e apreensão na região da colônia Pyrai situado na região de Capitan Bado na fronteira com Coronel Sapucaia, onde ao chegarem os investigadores foram recebidos a tiros de arma de fogo ao que responderam deixando o saldo de cinco mortos e seis terminaram presos, no local os investigadores da Divisão de Combate ao Crime Organizado apreenderam rifle, pistolas, carregadores de pistola, carregadores de fuzil, aparelhos de celulares, notebook, tablete de maconha, roupas camufladas e coletes a prova de tiro que por ordem dos promotores de justiça, Hugo Volpe, Alicia Sapriza e Marcelo Pecci, que acompanhava o operativo foram apreendidos e encaminhados a sede da Direção de Investigações de Casos Puníveis da Policia Nacional do Paraguai na capital, os mortos foram identificados como os paraguaios, Ruben Portillo (32), e o brasileiro Elson Alan Ribeiro Barros (28) que foram identificados pelos familiares outros três continuam no IML da cidade de Capitan Bado a espera de reconhecimento por parte da família, ja os presos foram identificados como os paraguaios Roberto Nuñez Portillo (34), Soriano Alfonso Sanabria (51), R.G.N. (17)Clemencio Franco Martinez e os brasileiros Laura Antunes Bogado (26) e Emilton Leite da Silva Filho.

Segundo o Ministro do Interior Juan Ernesto Villamayor, os investigadores buscavam identificar um grupo que atuava na região  realizando sequestros express a brasileiros e fazendeiros que moravam na área ou que transitavam pela região, quando identificaram uma chácara onde os mesmos estariam se escondendo pela que foi realizada a busca e apreensão, que culminou com cinco mortos e seis preso que seriam integrantes de grupos do narcotráfico e do grupo criminoso brasileiro CV (Comando Vermelho) que teria se instalado na região, onde preparavam uma mega estrutura para o processamento da droga.

Ainda segundo Villamayor, no local estariam aproximadamente 25 homens fortemente armados, dos quais cinco morreram durante a troca de tiros e seis acabaram se rendendo, já os demais teriam conseguido fugir pela mata existente na região pela que vários grupos de elite da Policía Nacional do Paraguai se encontram vasculhando a área, a fim de chegar a toda a quadrilha que estaria atuando na região de fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul.

Comentário

Comentário

Veja Também

FORAGIDO DA JUSTIÇA DE PERNAMBUCO E PRESO NA FRONTEIRA COM O PARAGUAI

O caso foi registrado durante a “Operação Hórus”, desencadeada pela SEJUSP/MS e pela Secretaria Nacional ...