domingo , 21 abril 2019
Home / Geral / PREFEITO DO PSDB ENVOLVIDO EM ESCÂNDALO NA REGIÃO DE FRONTEIRA E ALVO DE DURAS CRÍTICAS POR GASTO MILIONÁRIO EM MÓVEIS

PREFEITO DO PSDB ENVOLVIDO EM ESCÂNDALO NA REGIÃO DE FRONTEIRA E ALVO DE DURAS CRÍTICAS POR GASTO MILIONÁRIO EM MÓVEIS

Uma publicação no diário oficial do município de Bela Vista sobre compra de móveis a secretaria de administração e secretaria de fazenda gerou protesto por parte da população de Bela Vista, que usou a rede social para criticar a ação do atual prefeito Reinaldo Piti (PSDB) cuja administração começa a naufragar no interior do estado do Mato Grosso do Sul envolvido por escândalos.

O prefeito Reinaldo Miranda Benites (PSDB) que esta semana foi alvo de uma operação da Gaeco e sua esposa acabou encaminhada a delegacia de polícia por porte ilegal de arma, realmente perdeu o comando da administração da prefeitura de Bela Vista, administração esta que nunca comandou segundo manifestações dos moradores, que cobra melhorias, nas ruas, limpeza, recuperação nas estradas rurais que se encontra em péssimas condições, melhoria na saúde, na educação, as críticas a atual administração que e considerada a pior gestão da historia de Bela Vista a cada hora aumenta de forma alarmante e leva a crer que o alcaide pode acabar sem cumprir o seu mandato a frente da prefeitura da cidade.
A publicação de pregão para compra de mesas, armários, balcão e escrivaninha planejada no valor R$ 132.663,32 – (Cento e trinta e dois mil seiscentos e sessenta e três reais e trinta e dois centavos) foi à gota d’gua e gerou revolta da comunidade.
O valor exorbitante de um armário de 4.50 x 2.75 de tamanho no valor R$ 12.362,52, um armário arquivo tamanho 3.50 x 1.50 pelo valor de R$ 10.779,53, um armário “L” com bancada para impressora no valor de R$ 9.188,68, um armário arquivo tamanho 3.80 x 2.70 no valor 11.498,26, um armário arquivo no tamanho 2.20 x 2.70 no valor de R$ 8.586,21, dois armarios no tamanho 3.00 x 2.70 no valor de R4 19.305,75, compra de 15 escrivaninhas no tamanho 1.35 x 75 pelo valor de 33.824,50, dois armários no tamanho 3.50 x 2.75 no valor de R$ 20.891,05.
A comunidade criticou e lamentou a falta de investimentos da Prefeitura comandada por Reinaldo Piti em outros serviços essenciais para a cidade enquanto gasta fortuna com compra de móveis para duas secretarias que tem meia dúzia de funcionários.
“Os gastos são absurdos e a forma como eles conduzem também a administração. “É um gasto exorbitante, é um gasto supérfluo, é um gasto desnecessário, sobretudo em um momento em que a cidade passa por uma situação de abandono”, criticou os moradores que perguntam se o Ministério Público não estaria a par dos acontecimentos na prefeitura da cidade, onde alguns vereadores se encontram de braços cruzados e ajoelhados diante das ações do prefeito cuja administração naufraga em meio as cráteras que se abrem em meio as ruas da cidade.

 

Veja o caso http://poranews.com/?p=37250

Comentário

Comentário

Veja Também

MAIS DE 29 MIL ELEITORES AINDA NÃO FIZERAM O CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO EM PONTA PORÃ

A Justiça Eleitoral corre contra o tempo para concluir o cadastramento biométrico da população de ...