sexta-feira , 19 julho 2019
Home / Destaque / POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA “OPERAÇÃO PARABELLUM” CONTRA FURTOS E TRÁFICO DE DROGAS NO INTERIOR DO MS

POLÍCIA CIVIL DEFLAGRA “OPERAÇÃO PARABELLUM” CONTRA FURTOS E TRÁFICO DE DROGAS NO INTERIOR DO MS

Após intensa troca de tiros por controle de bairro, traficantes acabam presos pela Policia Civil na cidade de Dourados no interior do Mato Grosso do Sul.

Na noite do último dia (13) por volta das 19:00hs, ocorreu uma intensa troca de tiros na Vila São Brás, periferia de cidade de Dourados, ocasião onde foram efetuados mais de 20 disparos de arma de fogo entre grupos rivais, colocando em risco vários populares que transitavam pelo local. Desde então o SIG (Setor de Investigações Gerais) da Policia Civil passou a realizar diligências visando identificar os autores dos disparos e a motivação para tanto. Assim, foram identificados quatro imóveis dos envolvidos na troca de tiros, sendo emitidos pelo Poder Judiciário, mediante Representação formulada pela Autoridade Policial, quatro Mandados de Busca e Apreensão, todos a serem cumpridos no Bairro Canaã IV na cidade de Dourados no interior do Mato Grosso do Sul.

Sobre a motivação da troca de tiros, apurou-se que ocorreu em razão de disputa por território firmada entre Thiago Gauna e Michael Nunes Antunes, vulgo “Bebê”. Assim, nas primeiras horas desta terça-feira, ao serem cumpridos os mandados foi apreendido na casa de Maikon Nunes Antunes, foi apreendido um revólver do calibre 38, carregado com munições estrangeiras, papelotes de “crack” e dinheiro em cédulas de pequeno valor.

Já na residência de Thiago Gauna, vulgo “Terrorista”, foi apreendido outro revólver calibre 38, que se encontrava embaixo do travesseiro desse indivíduo, papelotes de cocaína e dinheiro em cédulas de pequeno valor, no momento da operação, segundo informações, Thiago se encontrava recuperando de um disparo de arma de fogo que lhe atingiu a perna no confronto o dia 13 de março, tendo ele confessado que participou dessa troca de tiros. Igualmente, Maikon relatou que para defender o seu irmão Michael, que estaria sendo ameaçado de morte, efetuou disparos no dia 13 contra Thiago e sua turma. Thiago Gauna, que se encontrava foragido e possui extensa ficha criminal, foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas, sendo representado pela decretação da sua prisão preventiva. Maikon foi autuado pelos mesmos crimes e também representado pela decretação da sua Prisão Preventiva.

Segundo o delegado Dr. Rodolfo Daltro, mesmo na delegacia Thiago e Maikon continuaram a se ameaçar mutuamente de morte.

Comentário

Comentário

Veja Também

AÇÃO CONJUNTA DO SIG E DENARC CULMINA NA PRISÃO DE ASSASSINO DE ASSENTADO NA REGIÃO DE PONTA PORÃ

Suspeito de executar e incendiar veiculo de vitima em assentamento na região de Ponta Porã ...