quinta-feira , 21 março 2019
Home / Geral / BUNGE AÇÚCAR & BIOENERGIA APOSTA NA CAPACITAÇÃO DE OPERADORES COM SIMULADORES DE COLHEITA DE CANA

BUNGE AÇÚCAR & BIOENERGIA APOSTA NA CAPACITAÇÃO DE OPERADORES COM SIMULADORES DE COLHEITA DE CANA

A Bunge Açúcar & Bioenergia está aproveitando o período da entressafra para desenvolver operadores de colhedoras de cana usando um simulador de colheita. O intuito é capacitar o funcionário a utilizar todos os recursos dos equipamentos agrícolas, aumentando a produtividade operacional. A iniciativa foi adotada nas usinas Moema em Orindiúva (SP), Pedro Afonso (TO), Frutal e Santa Juliana (MG) e será estendida a todas as unidades da empresa.

Como em uma espécie de jogo de videogame, o aparelho traz situações reais de uma máquina agrícola em operação no canavial. São vários níveis que avaliam o corte, tempo e rendimento da colhedora. O treinamento tem duração de duas horas e é avaliado por um instrutor da companhia.

Para Rogério Bremm, Diretor Agrícola da Bunge Açúcar & Bioenergia, a chegada do simulador trouxe vantagens para a companhia e para o funcionário. “A colheita de cana precisa de operadores bem treinados. O simulador dá a oportunidade de ensinar técnicas que garantem rendimento operacional, garantindo a segurança dos condutores em treinamento, a preservação dos canaviais e reduz o custo com insumos para os equipamentos como combustível, óleos e lubrificantes, já que neste modelo, as máquinas são preservadas. ”, explica.

Além disso, Bremm conta que a companhia recorre ao sistema para formar um novo profissional na área e também evoluir habilidades de um operador na função. Com 100% da colheita mecanizada, a Bunge Açúcar & Bioenergia tem investido ano após ano na capacitação dos operadores.

Sobre a Bunge Açúcar & Bioenergia

Uma das companhias líderes na produção de etanol, açúcar e bioenergia no Brasil, a Bunge Açúcar & Bioenergia tem capacidade de moagem de 22 milhões de toneladas por ano em suas oito usinas estrategicamente localizadas nas regiões Sudeste, Norte e Centro-Oeste do país. Cinco de suas usinas formam um cluster, gerando economias de escala e sinergias para o negócio.  Com instalações de cogeração, a empresa produz energia renovável para atender de forma autossuficiente suas próprias usinas e tem capacidade de exportar 640 GWh para rede nacional.

Comentário

Comentário

Veja Também

PEQUEÑOS PRODUCTORES RECIBEN APOYO DEL GOBERNADOR EN AMAMBAY

Productores del comité “1º de Marzo” de la colonia Guaritá, jurisdicción de Capitán Bado, recibieron ...