sexta-feira , 14 dezembro 2018
Home / Destaque / APROSOJA/MS ANUNCIA FIM DO PLANTIO DA SOJA

APROSOJA/MS ANUNCIA FIM DO PLANTIO DA SOJA

Damos por encerrado o plantio da safra de soja de Mato Grosso do Sul em 2018. Tivemos um crescimento de 4% na área plantada, uma média que seguimos há cinco anos, sem supressão do Cerrado, apenas em cima de áreas de pastagens, de recuperação e de integração lavoura-pecuária, o que traz sustentabilidade à produção de soja em MS. O anúncio é do presidente da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul (Aprosoja/MS), Juliano Schmaedecke, durante o Seminário Soja Plus, na Famasul, nesta quarta-feira (21).

“Foram 2,84 milhões de hectares de soja plantados, um marco muito importante de crescimento. O plantio neste ano foi excelente, um ano atípico em que começamos com muitas chuvas, parando às vezes as máquinas por excesso de chuvas, e não por falta, o que seria uma normalidade para nós aqui”, completa o presidente.

Segundo o Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio (SigaMS) até o final de outubro o plantio estava de 25 a 30% adiantando, em relação ao mesmo período do ano passado. “Agora a guerra continua. Foi detectado o primeiro foco de ferrugem asiática, vamos fazer a nossa parte e monitorar as lavouras, para fazermos uma excelente produtividade este ano, novamente”, pontua Schmaedecke sob a expectativa da entidade de colher 10 milhões de toneladas da oleaginosa.

Sobre o Soja Plus ele destacou a relevância do Programa. “O Soja Plus é um programa muito importante para o estado, para nos adequarmos com o apoio técnico, que traz com clareza o que precisamos organizar. O Programa é um orgulho para o produtor sul-mato-grossense. Mas temos de ir além, fazer revisitas às propriedades, e aguardamos ansiosos pelo segundo módulos que tratará das questões ambientais”.

Durante o evento o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul), Mauricio Saito, reforçou a adesão do setor produtivo ao conhecimento científico, associado ao uso de tecnologias. “Um estudo do pesquisador da Embrapa Gado de Corte, Fernando Lamas, revela que na agricultura a influência do uso de tecnologias no aumento da produção de grãos atinge 70% das lavouras”.

Na abertura do seminário, o presidente da Federação afirmou que o Soja Plus é uma iniciativa de extrema relevância ao produtor de Mato Grosso do Sul e iniciou em 2014 e já atinge 52 municípios. “Nos quatro anos de Soja Plus,  636  propriedades  com  área  equivalente  a  580  mil  hectares  de  soja  receberam  visitas  técnicas”.

Na premiação do Soja Plus, o produtor rural de Costa Rica, Walter Schlatter, ficou em primeiro lugar; em segundo, o agricultor de Chapadão do Sul, Adriano Loeff. Em terceiro lugar, o produtor rural de Terenos/MS, Renato Duch, comemorou a vitória do Soja Plus: “A premiação da muito orgulho para nós e para toda a equipe da nossa empresa, uma vez que sozinhos não levaríamos esse título. É um grande desafio adaptar-se a várias normas, muita coisa nova chegando. Esse é o futuro! Muitas vezes são poucos detalhes que até fazemos certo mas que, por algum motivo, há a necessidade de adaptação”.

O diretor da Abiove, Bernardo Pires, apresentou uma palestra sobre a Sustentabilidade da Soja Brasileira e divulgou os resultados e perspectivas do Soja Plus em Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Bahia. O analista técnico do Senar/MS, Raul Roa, também abordou o cenário da iniciativa e os cases dos produtores sul-mato-grossenses.

Comentário

Comentário

Veja Também

PRF APREENDE NA REGIÃO DE FRONTEIRA PISTOLA CONHECIDA COMO “MATA POLICÍA”

Polícia Rodoviária Federal apreende pistola especial conhecida como “mata Policia” na região de fronteira com ...