sexta-feira , 16 novembro 2018
Home / Destaque / SENAD PRENDE UM NA FRONTEIRA E DESARTICULA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO NARCOTRÁFICO

SENAD PRENDE UM NA FRONTEIRA E DESARTICULA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL DO NARCOTRÁFICO

“Operação Austral” desencadeada pela Secretária Nacional Antidrogas apreende quase meia tonelada de cocaína, sete aeronaves e cinco indivíduos com o tráfico terminam presos.

Os presos foram identificados como, Ignácio Maria Denis (31), Oscar Guido Martínez López (51), Reinaldo Ruiz Díaz Gaona (60), Edgar Oreste Fariña Ortiz (36) e Juan Ramón Ocampos Philips, este ultimo funcionário da DINAC (Direção de Aeronáutica Civil) que formaria parte do braço  logístico do narcotráfico que atuava em vários departamentos (estados) do Paraguai, cuja investigação se iniciou com a operação “Flights” a dez meses culminando com a identificação de todos os integrantes da facção criminosa em cujo poder foi apreendida 448 kilos de cocaína de alta pureza, sete aeronaves com matricula ZP-BOO durante a segunda etapa da operação desencadeada pelos agentes especiais da SIU (Unidade de Investigação sensitiva) da Secretaria Nacional Antidrogas com o apoio da FAP (Força Aérea Paraguaia) coordenado pelo promotor de justiça Hugo Volpe da Unidade Especializada em Combate ao Narcotráfico, que na manha de sexta feira (02) realizaram buscas e apreensões de forma simultânea nos departamentos Central, Alto Paraná, Presidente Hayes, Chaco Paraguaio e Amambay na fronteira com Ponta Porã afim de desarticular totalmente a amplia estrutura do narcotráfico que atuava nas operações de trafico internacional de drogas e era considerada o fator logístico na região, onde a “Operação Flights” culminou com a prisão dos cinco traficante e a identificação do principal líder da organização como sendo o paraguaio Jorge Burgos que se encontra em paradeiro desconhecido com ordem de captura pendente.

Segundo o promotor de justiça Hugo Volpe, a “Operação Flights” visavam identificar os integrantes do grupo criminoso e as pistas de aterrizagem assim como as aeronaves que realizavam o transporte de grandes cargas de cocaína dede o Paraguai a República da Argentina e República Oriental do Uruguai, cargas estas que tinham como destino final a Europa onde o kilo da droga chega aos 40 mil dólares americanos, situação que deixa em evidencia a complexa operação realizava a nível global pelos narcotraficantes que impulsavam o tráfico de cocaína de alta pureza a outros países.

Informações indicam que um dos integrantes da organização foi preso em um hotel situado na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã, com o apoio do promotor de justiça Armando Cantero Fassino.

Durante a investigação foi detectada a participação de várias pessoas que estariam vinculadas a organização criminal, como mediadores, logísticos e facilitadores presos na manha de sexta feira durante a “Operação Austral” manifestou Hugo Volpe.

Comentário

Comentário

Veja Também

ASSALTANTES LEVAM DINHEIRO E ANIMAL DE ESTIMAÇÃO DE VÍTIMA NA FRONTEIRA

Assaltantes fazem família viver momentos de terror e polícia procura encontrar pistas que identifiquem os mesmos ...