sexta-feira , 16 novembro 2018
Home / Destaque / CHAPA TEMPO DE ORDEM DISPUTA SECCIONAL COM APOIO DE ADVOGADOS DE 25 MUNICÍPIOS DO MS

CHAPA TEMPO DE ORDEM DISPUTA SECCIONAL COM APOIO DE ADVOGADOS DE 25 MUNICÍPIOS DO MS

A chapa Tempo de Ordem, encabeçada pelo advogado Jully Heyder, e que vai concorrer à presidência da Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Mato Grosso do Sul, simboliza a força da advocacia municipalista em todo o Estado. “Queremos dar voz aos advogados que militam no interior de Mato Grosso do Sul e que sempre foram alijados do processo eleitoral”, ressalta Jully Heyder. “Conseguimos reunir excelentes profissionais de Campo Grande e de outros 24 municípios na chapa Tempo de Ordem, resgatando o compromisso que firmamos com a categoria quando o Movimento Tempo de Ordem começou a ganhar corpo”, completou.

A Chapa Tempo de Ordem é a única que tem como candidato a vice-presidente um advogado do interior do Estado; Felipe Cazuo Azuma, ex-presidente da Subseção de Dourados, simboliza a advocacia do interior na disputa pela OAB/MS

Outro destaque a chapa municipalista de Jully Heyder é que pela primeira vez um advogado do interior foi inscrito como candidato a vice-presidente. Felipe Cazuo Azuma, ex-presidente da Subseção de Dourados, simboliza a advocacia do interior na disputa pela OAB/MS. “O mais importante é que o Felipe terá uma participação efetiva no comando da Seccional, ajudando a restabelecer o verdadeiro sentido da nossa entidade que é trabalhar pelo advogado e pela advocacia ao invés de atuar exclusivamente em defesa de grupos ou de projetos pessoais”, enfatiza Jully Heyder.

Além de Felipe Azuma representando a advocacia do interior do Estado no comando da Seccional, a chapa Tempo de Ordem tem ainda um gigantesco apoio municipalista. A diretoria de Jully Heyder é composta por advogados de Campo Grande, Dourados, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Fátima do Sul, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã, Rio Brilhante, Três Lagoas, Caarapó, Camapuã, Cassilândia, Iguatemi, Ivinhema, Jardim, Maracaju, Mundo Novo, Pedro Gomes, Ribas do Rio Pardo, São Gabriel do Oeste, Sidrolândia e Amambai.

A chapa Tempo de Ordem conta com a participação de 210 advogados, todos compromissados em resgatar o verdadeiro espírito da Seccional da OAB, que é a defesa da advocacia em todo o Mato Grosso do Sul e colocando a advocacia na efetiva defesa do Estado Democrático de Direito e pelo fortalecimento da categoria.

RESGATE DA ORDEM

Jully Heyder ressalta que o Estatuto da OAB atribui à entidade o dúplice dever de regular a atuação profissional dos advogados, citados na Constituição Federal como indispensáveis à administração da Justiça, e a defesa do Estado Democrático de Direito, dos direitos humanos e da justiça social, condições que foram esquecidas pela Seccional MS. “Na prática, a Ordem afastou-se até do Dia a dia do Advogado”, lamenta. “Digo isso porque não sentimos mais a presença da instituição em nosso cotidiano, a ponto de se propagar entre os advogados o questionamento: “Para que serve a OAB?”, completa.

Para Jully Heyder isto é grave porque simboliza o reflexo de uma omissão da entidade quanto às questões que realmente interessam à advocacia e à sociedade. “E, se a OAB abre mão de seu papel institucional, ela enfraquece e, enfraquecendo, os advogados ficam desamparados contra os arbítrios do poder”, enfatiza o líder do Movimento Tempo de Ordem. “Acredito que isto signifique uma via de mão dupla, ou seja, a Ordem atua em defesa da sociedade e nisto se fortalece para representar adequadamente os advogados e a advocacia”, conclui.

Na visão de Jully Heyder, quanto mais fortalecida a advocacia, mais credibilidade a OAB terá para defender a sociedade, e quanto mais independência tiver para debater suas questões internas, mais envergadura moral terá enquanto instituição. “Infelizmente, o que se nota é que, a cada dia, estamos experimentando uma piora nas nossas condições de trabalho e violações das nossas prerrogativas, de forma que não é incomum que advogados passem de defensores à condição de réus. Precisamos mudar isso””, finaliza.

Comentário

Comentário

Veja Também

ASSALTANTES LEVAM DINHEIRO E ANIMAL DE ESTIMAÇÃO DE VÍTIMA NA FRONTEIRA

Assaltantes fazem família viver momentos de terror e polícia procura encontrar pistas que identifiquem os mesmos ...