segunda-feira , 15 outubro 2018
Home / Destaque / FESTA DAS NAÇÕES E UM SUCESSO NA FRONTEIRA AO LEVAR DIVERSIDADE ÉTNICA E CULTURAL AO PARQUE DOS ERVAIS

FESTA DAS NAÇÕES E UM SUCESSO NA FRONTEIRA AO LEVAR DIVERSIDADE ÉTNICA E CULTURAL AO PARQUE DOS ERVAIS

Um grande exaltação a diversidade étnica e cultural da fronteira entre Ponta Porã (BR) e Pedro Juan Caballero (PY), foi o que norteou a programação Festa das Nações e Festival Estudantil de Músicas Estrangeiras durante dois dias  no espaço de eventos do Parque dos Ervais com organização do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul-IFMS, apoio da Prefeitura Municipal e Fundação de Cultura e Esporte/FUNCESPP e 11º RC Mec Regimento Marechal Dutra.

A Festa das Nações e Festival Estudantil de Músicas Estrangeiras em sua primeira edição, celebrou os 106 anos de Ponta Porã, objetivando apresentar curiosidades, costumes e tradições dos povos que formam a rica integração sócio cultural da fronteira.

Com uma programação diversificada com apresentações culturais com danças e shows musicais, bem como barracas de artesanato, comidas típicas e bebidas que comercializadas, além de curiosidades dos países que integram a fronteira : Paraguai, Argentina,  Alemanha, Brasil, Arábia Saudita, Líbano, Itália, Inglaterra e Polônia,  o evento enalteceu os povos que escolheram a fronteira com o Paraguai para fincar a suas raízes, manter as suas tradições e construir  identidade cultural fronteiriça.

“No mês que Ponta Porã comemora 106 anos de emancipação política e administrativa, a Festa das Nações procurou enaltecer os costumes e tradições dos vários povos que contribuem para o crescimento sócio econômico e cultural da fronteira” disse Eder Rubens, diretor de Cultura da FUNCESPP.

Para Lilian Rios, servidora do IFMS-Ponta Porã que esteve  a frente da programação do evento cultural, a Festa  das Nações é um anseio de diversas pessoas e entidades, que precisam se apropriar do evento para que possa crescer e ser algo de toda sociedade, com apoio da política pública de cultura em parceria com  o segmento privado, clubes de serviços, entidades e instituições de ensino.

A professora Carol Rodrigues do IFMS-Ponta Porã, coordenadora do FEME, considerou o evento fundamental para que a fronteira possa ter um evento realizado de forma integrada com diversas instituições voltado para toda população.

Em sua abertura no sábado (07), o público conferiu as apresentações culturais de dança com as alunas da Oficina de Dança  Corpo Coreográfico FUNCESPP/Escola de Música Dona Iracema, Grupo Programa Conviver Assistência Social e Oficina Arte Urbana/Dança de Rua FUNCESPP/Escola de Música Dona Iracema-Escola Municipal Jardim Ivone.

Na sequencia tiveram inicio as apresentações de Dança e Músicas Estrangeiras que estiveram concorrendo no FEME. A programação do primeiro dia de evento foi finalizada coma excelente apresentação do grupo de rock Vitrola Soul, formado por Jonatas Martins, Otoniel e Diego.

O segundo dia de espetáculo em virtude do frio e neblina teve um público menor,  porém não alterou a programação prevista pela  organização do evento e o público pode conferir duas belas apresentações culturais: Dança Folclórica Paraguai do Grupo de Ballet David Sanchez de Pedro Jun Caballero-PY e o Grupo de Dança da ONG Velha Guarda da Fronteira que apresentou dança típica italiana.

Em seguida foi realizado desfile para escolha do Casal das Nações.A noite cultural foi encerrada com a premiação dos vencedores da I Festa das Nações e FEME 2018.Confira os resultados:

Dança – 1º lugar Escola Estadual Adê Marques – Grupo de Dança Argentina; 2º Lugar – Escola Estadual João Brembatti Calvoso – Grupo de Dança 40 Anos MS; 3º Lugar – Escola Estadual Pedro Afonso Pereira Goldoni – Grupo de Dança Arábia Saudita; Escola Estadual Joaquim Murtinho – Grupo de Dança Polonia

Música – 1º Lugar Escola Estadual Joaquim Murtinho – Dupla Cristian e Sanguinea; 2º Lugar Escola Estaadual João Bremabatti Calvoso – Banda J.B.C.; 3º – Lugar Instituto Federal MS-Ponta Porã – Los Pollos Hermanos.

Casal das Nações – 1º Lugar ONG Velha Guarda da Fronteira – Itália; 2º Lugar Escola João Brembatti Calvoso – Paraguai; 3º – Escola Estadual Joaquim Murtinho – Polônia.

Comentário

Comentário

Veja Também

PISTOLEIROS EXECUTAM HOMEM A TIROS NO PORTÃO DE SUA RESIDÊNCIA NO JARDIM AEROPORTO EM PONTA PORÃ

Investigadores do SIG (Setor de Investigações Gerais) da Polícia Civil investiga ataque de pistoleiros em ...