sexta-feira , 16 novembro 2018
Home / Destaque / ABORDAGENS CULMINA EM AÇÃO CONJUNTA DA POLICIA COM PRISÃO DE FORAGIDOS DA JUSTIÇA E RECUPERAÇÃO DE MOTOS ROUBADAS E FURTADAS NA FRONTEIRA

ABORDAGENS CULMINA EM AÇÃO CONJUNTA DA POLICIA COM PRISÃO DE FORAGIDOS DA JUSTIÇA E RECUPERAÇÃO DE MOTOS ROUBADAS E FURTADAS NA FRONTEIRA

Abordagens da Policia Militar culmina com apoio da Policia Nacional do Paraguai em Pedro Juan Caballero na recuperação de motocicletas produtos de roubos e furtos e prisão de foragidos da justiça na fronteira.

O fato fo registrado aa manhã de quarta feira (04) Policiais Militares do 4ºBPM realizavam motopatrulhamento pelas imediações do Bairro Jardim dos Estados localizado na área sul do município quando avistaram um indivíduo transitando em uma motocicleta de origem nacional, sem placas de identificação, onde após a equipe policial realizar a abordagem do condutor da motocicleta identificado como, V.M.P. (21), efetuaram a checagem da numeração do chassi da mesma junto ao Sistema SIGO, onde ficou constatado que a motocicleta era produto de roubo.

V.M.P. disse que pegou emprestada de um amigo que atende pelo nome de “Ever” e que desconhecia que a motocicleta era roubada. Disse ainda, que V.M.P. e “Ever” moram juntos em uma residência localizada no Paraguai e disse, também, que “Ever” estaria com mandado de prisão em aberto no Brasil pelo crime de tráfico de drogas.

Diante da situação, os Policiais Militares entraram em contato com uma equipe da Polícia Nacional do Paraguai os quais solicitaram que V.M.P. fosse conduzido até a segunda comissaria da Polícia Nacional para que, assim, pudessem tentar localizar a residência de “Ever” e, também, verificar se na residência não haveriam mais motocicletas roubadas e, em companhia de V.M.P., os policiais lograram êxito em localizar a casa situada na Vila Industrial, em Pedro Juan Caballero e, ao se aproximarem, observaram que “Ever” tentou correr pelos fundos, sendo alcançado e detido pelos policiais paraguaios.

Após os policiais checarem seus documentos pessoais, constataram que se tratava de E.G.P.M. (29) e que, contra si, consta um mandado de prisão em aberto por evasão do sistema penitenciário semi-aberto no Brasil e, após os trâmites legais, os policiais paraguaios entregaram o autor aos Policiais Militares.

Diante dos fatos, V.M.P. e E.G.P.M, foram conduzidos ao 2º Distrito Policial de Ponta Porã para que fossem adotadas as medidas legais cabíveis, juntamente com a motocicleta Honda CG 125 (produto de roubo), cuja placa original é HTL 5222.

Em continuidade à ocorrência, a equipe da Polícia Nacional do Paraguai realizou novas diligências no local da captura de E.G.P.M e, ao chegarem à residência, depararam com C.L.P. (36) que chegou em uma motocicleta Kenton, modelo Blitz 110cc e, ao checarem a numeração do chassi, constataram que a mesma possui queixa de roubo no Paraguai.

Diante dos fatos, os Policiais paraguaios entraram em contato com a Polícia Militar para que pudessem checar os documentos pessoais de C.L.P. e receberam a informação de que o mesmo também se encontra com mandado de prisão a cumprir na justiça do Brasil.

Após a equipe da Polícia Nacional realizar a entrega de C.L.P. à equipe da Polícia Militar, mediante entrevista, ambos os três autores confessaram que a residência localizada na Vila Industrial em Pedro Juan Caballero é utilizada por esses indivíduos para planejarem a prática de crimes em Ponta Porã e Pedro Juan Caballero.

No final da tarde desta quarta-feira (04/07) Policiais Militares de Ponta Porã efetuavam patrulhamento em um bairro da área sul do município, quando avistaram um veículo de origem estrangeira e, devido à localização geográfica, os policiais resolveram proceder a uma abordagem ao veículo.

Após contato com R.T.H. (28) e E.C.J. (34), ambos ocupantes do veículo, os policiais realizaram uma busca no interior do veículo e, no assento traseiro, encontraram uma jaqueta de cor preta a qual continha 12 (doze) munições intactas de arma de fogo, calibre 9mm.

Ao serem indagados a respeito da propriedade da jaqueta e dos artefatos bélicos, R.T.H. afirmou pertencerem a si próprio e, desta maneira, os policiais deram voz de prisão ao autor e, após ter sido cientificado de seus direitos constitucionais, foi encaminhado ao Distrito Policial aonde segue à disposição da justiça.

Comentário

Comentário

Veja Também

ASSALTANTES LEVAM DINHEIRO E ANIMAL DE ESTIMAÇÃO DE VÍTIMA NA FRONTEIRA

Assaltantes fazem família viver momentos de terror e polícia procura encontrar pistas que identifiquem os mesmos ...