segunda-feira , 25 junho 2018
Home / Destaque / FRONTEIRA COM MATO GROSSO DO SUL REGISTRA DOIS CASOS DE HOMICÍDIO EM MENOS DE 12 HORAS

FRONTEIRA COM MATO GROSSO DO SUL REGISTRA DOIS CASOS DE HOMICÍDIO EM MENOS DE 12 HORAS

O primeiro caso se deu na tarde de terça feira (05) por volta das 19:00hs, quando moradores da Colônia Cristino Potrero situado na região de Capitão Bado na fronteira com a cidade de Coronel Sapucaia alertaram os investigadores da Direção de Investigação de Casos Puníveis da Policia Nacional do Paraguai sobre um corpo semi queimado e em estado de decomposição, executado a com 20 facadas e com os dedos amputados evidenciando ter sido torturado antes de morto e posteriormente os autores teriam abandonado o corpo em um caminho vicinal da colônia, onde os investigadores com apoio da assistente da promotoria de justiça, Tatiana Roa e da medica legista Jane Oliveira realizaram os procedimentos de rigor e encaminhou o corpo ao IML da cidade de Capitão Bado a espera dos familiares para a identificação.

Informações indicam que a vitima poderia se tratar de um cidadão de nacionalidade brasileira.

O segundo caso foi registrado na manha de quarta feira (06) por volta das  07:15hs, quando moradores da Colônia Cascada na região da cidade paraguaia de Bella Vista Norte na fronteira com Bela Vista, alertaram os investigadores da Divisão de Homicidios e da Policia Técnica de que em um caminho vicinal da região se encontrava o corpo de um homem executado a tiros na altura da cabeça, os investigadores com o apoio do médico legista Marcos Prieto e do promotor de justiça Blas Pizzani, realizaram os procedimentos de rigor e encaminharam o corpo da vitima ao IML de Pedro Juan Caballero, onde familiares identificaram o mesmo como sendo o paraguaio Edison Aquino Gomez (18).

Comentário

Comentário

Veja Também

IGREJA CATÓLICA NACIONAL DO PARAGUAI DESENVOLVE TRABALHO PASTORAL E BENEFICIA MILHARES DE MORADORES DA FRONTEIRA

A Igreja Cristiana Católica Apostólica Nacional no Paraguai desenvolvendo seu trabalho pastoral e sempre atendendo as necessidades ...