segunda-feira , 24 setembro 2018
Home / Destaque / MANIFESTAÇÃO PROGRAMADA EM PONTA PORÃ “ACORDA” GOVERNO DO MATO GROSSO DO SUL

MANIFESTAÇÃO PROGRAMADA EM PONTA PORÃ “ACORDA” GOVERNO DO MATO GROSSO DO SUL

A manifestação organizada pela Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã (ACEPP) pelo retorno de voos comerciais “acorda” e gera reunião com o governo do Mato Grosso do Sul.

Para que a fronteira volte a contar com voos comerciais regulares a Associação Comercial e Empresarial de Ponta Porã programou para a próxima segunda feira (04) uma manifestação na cidade. A entidade, que vem brigando por este serviço que é um anseio de toda a comunidade fronteiriça e de municípios vizinhos, o fechamento do comércio pontaporanense por meia hora, das 9 às 9:30 hrs, como forma de protesto pela demora na reimplantação da linha aérea e para acordar os governantes sobre a importância política, econômica e social desta iniciativa.

A manifestação em Ponta Porã, que culminará com um ato público em frente à sede da ACEPP, conta com o apoio do Sindicato do Comércio Varejista de Ponta Porã, do Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Ponta Porã, do Sindicato dos Empregados no Comércio de Ponta Porã e Região, da Câmara de Indústria, Comércio e Turismo de Pedro Juan Caballero, do Sindicato dos Guardas Municipais de Ponta Porã, além de clubes de serviço, profissionais liberais, empresários, produtores rurais e de profissionais da imprensa dos dois lados da fronteira.

Ao mesmo tempo em que Ponta Porã fechará o comércio, o presidente da ACEPP, Eduardo Gaúna, estará em Campo Grande, discutindo ações, procedimentos, problemas e soluções para sacramentar o retorno da linha aérea comercial para Ponta Porã, com autoridades do Governo do Estado.

O encontro deverá contar com a participação do superintendente de Transporte Viário da Secretaria de Infraestrutura do Governo do Estado, Fabrício Alves Correa, do secretário de Estado de Governo e Gestão Estratégica (Segov), Eduardo Riedel, do secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Elias Verruck e do vice-presidente de Receitas da Azul Linhas Aéreas, Abhi Shah.

TUDO PRONTO

Na segunda-feira (28), Eduardo Gaúna esteve no Aeroporto Internacional de Ponta Porã, acompanhado do diretor da Câmara de Comércio de PJC, Pedro Bondiman.

Lá, diante das câmeras de duas emissoras de TV, ouviu do superintendente da Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), Almir Fernandes, que o aeródromo passou por avaliação técnica realizada em conjunto pelo governo estadual e a empresa aérea, apontando que “está tudo pronto para receber as aeronaves”. A fronteira deverá ser atendida pela Azul, utilizando aeronaves modelo ATR 72-600, com capacidade para até 70 passageiros.

Mesmo sem prazo para a inauguração da rota, o superintendente assegurou que os trâmites estão avançados e que há estrutura adequada para receber as aeronaves. Para ele, a assessoria da companhia informou que a empresa está estudando a melhor estratégia de malha para a base de operação que quer abrir em Ponta Porã.

O aeroporto de Ponta Porã tem 63 anos, foi inaugurado em 1955 e é administrado pela Infraero. Apesar disso, o terminal há décadas anos não é atendido por uma empresa aérea comercial. Atende, atualmente, apenas a aviação particular não regular.

Fonte Assessoria de imprensa da ACEPP

Comentário

Comentário

Veja Também

PISTOLEIROS EXECUTAM UM A TIROS EM CAMINHO VICINAL DE COLÔNIA PRÓXIMO A FRONTEIRA

Moradores encontram corpo de homem executado com vários disparos de arma de fogo em caminho ...