segunda-feira , 23 setembro 2019
Home / Destaque / ANGM ACIONA MINISTERIO PUBLICO ESTADUAL EM PONTA PORÃ A FIM DE QUE GCMFRONs TENHA SEUS DIREITOS GARANTIDOS

ANGM ACIONA MINISTERIO PUBLICO ESTADUAL EM PONTA PORÃ A FIM DE QUE GCMFRONs TENHA SEUS DIREITOS GARANTIDOS

Após 15 meses de tentativa de negociação sem êxito entre o prefeito Hélio Peluffo Filho (PSDB) e a GCMFRON (Guarda Civil Municipal de Fronteira), Ministério Publico Estadual e acionada em Ponta Porã.

Os GCMFRONs procuraram usar a tribuna da Câmara de Vereadores, situação negada aos representantes da classe em razão de supostamente as inscrições para uso da tribuna livre estar lotada para ate os próximos 15 dias e ao não conseguir uma reunião que defina a situação da categoria em Ponta Porã e não obter resposta do executivo municipal, os representantes acionaram o Ministério Publico Estadual a fim de ter os seus direitos garantidos.

O presidente da associação nacional dos guardas municipais Éverson Camargo e o representante jurídico da entidade Fernando de Melo especialista na representação das guardas municipais, ANGM (Associação Nacional dos Guardas Municipais) é representante legal do sindicato dos guardas civil municipal de Ponta Porã, após 15 meses de uma negociação que não evoluiu de nenhuma forma com o gestor municipal de Ponta Porã para programar e adequação da lei federal 13022 de 08/08/2014, que indica que o gestor municipal tem 02 anos para programar o plano de cargos e salários específicos para a categoria, o porte de armas funcional e as condições especificas para desempenhar suas funções na área de segurança publica e que não foram cumpridas pelo alcaide de Ponta Porã, os integrantes da GCMFRON decidiram em reunião acionar o ministério público estadual pelo não cumprimento lei federal 13022, também foi comunicado outras irregularidades como a falta de equipamento para o bom desempenho de suas funções ao promotor público Gabriel da Costa Rodrigues Alves.

Integrantes da ANGM ainda manifestaram que acionará o Ministério Público Estadual em todo o Brasil onde os sindicatos e associação que são representados pela mesma, para que seja cumprida a lei 13022, dessa forma garantindo um trabalho eficaz e eficiente para toda a população do brasil.

Comentário

Comentário

Veja Também

PAULISTA E ENCAMINHADO PELA PMR A DELEGACIA DE POLÍCIA EM PONTA PORÃ AO SER FLAGRADO COM VEICULO BLINDADO FURTADO NO ESTADO DE SP

Policiais Militares Rodoviários em policiamento ostensivo na MS 164, de sábado (21) por volta das ...