segunda-feira , 24 setembro 2018
Home / Educação / MANIFESTAÇÃO DOS PROFESSORES PODE GANHAR APOIO DE PAIS DE ALUNOS EM PONTA PORÃ

MANIFESTAÇÃO DOS PROFESSORES PODE GANHAR APOIO DE PAIS DE ALUNOS EM PONTA PORÃ

O Prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo Filho (PSDB), durante reunião com a diretoria do SIMTED as portas fechadas em seu gabinete, após ceder a pressão teve que ouvir o descontentamento dos professores com a sua administração e que a greve continuara ate o que as reivindicações seja atendida pelo poder executivo municipal.
A reunião que ocorreu a portas fechadas, onde não foi permitida a participação dos vereadores Farid Afif (MDB) Bruno Reichard (MDB), Otaviano Cardoso (PSDB) e Paulinho Roberto (PT) e da imprensa convidados pela diretoria do SIMTED, durou cerca de duas horas, nela o alcaide teria reafirmado sua posição anteriormente exposta por seus representantes de que não cumprirá o piso no primeiro semestre de 2018.
Segundo Edivaldo Vieira, presidente do SIMTED (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação de Ponta Porã), a diretoria do sindicato, que representa os professores expôs os números do FUNDEB de 2018 e deixou claro que há sim recursos para cumprir o Piso Salarial dos Professores garantido em Lei Federal.
O Prefeito acompanhado do Secretário de Governo e Comunicação, Eduardo Campos e do Procurador Geral do Município de Ponta Porã, Ricardo Soares, afirmou que poderá negociar com os professores apenas no segundo semestre de 2018, e agendou uma reunião para 2 de julho, onde pretende expor finalmente uma posição para os trabalhadores.
O executivo, segundo informações, alega que não cumprirá a lei neste primeiro semestre de 2018, devido ao inchaço da folha, que afeta o limite prudencial, esta situação fez com que o vereador Brunoí Reichard (MDB) prepare um pedido de informações, sobre o numero de contratados pela atual administração e os valores pagos a cada contratado e quais os cargos que os mesmos ocupam e onde estão.

O SIMTED estaria enfrentando problemas com os próprios professores, dos quais vários não estariam aderindo a greve, pois esperam que os demais consigam ganhar a causa e se beneficiar com a situação pela que vários pais de alunos teriam manifestado já a sua intenção de apoiar o SIMTED e realizar um protesto nas ruas da cidade, na Câmara Municipal e na própria prefeitura de Ponta Porã.

Foto Markon Machado

Comentário

Comentário

Veja Também

HOSPITAL REGIONAL DE PONTA PORÃ DIVULGA EDITAL COM 64 VAGAS

O Hospital Regional Dr. José Simone Netto (Hospital Regional de Ponta Porã) divulgou edital de ...