segunda-feira , 23 julho 2018
Home / Educação / VEREADOR GANHA CARTA DE REPUDIO DE MORADOR DE PONTA PORÃ

VEREADOR GANHA CARTA DE REPUDIO DE MORADOR DE PONTA PORÃ

Após se pronunciar contra professores na tribuna da Câmara de Vereadores de Ponta Porã vereador ganha carta de repúdio nas redes sociais de morador da cidade.

Leia a carta de repudio na integra
NOTA DE REPÚDIO

É com indignação que visualizei um vídeo oriundo da Câmara de vereadores de Ponta Porã MS; Trata-se de uma desinteligência brutal (para não usar termo pejorativo) por parte do vereador EDIVALDO MATOSO BARBOSA ao usar a tribuna da câmara para chamar os nossos valorosos professores de “barulhentos, egoísta e PORCARIA”, o que me causou repulsa.

Como cidadão brasileiro, eleitor consciente, talvez um tanto quanto crítico, não poderia de deixar de usufruir o meu sagrado direito de cidadão, expressando o meu ponto de vista sobre o assunto, direito este preconizado pela CF/88.

Dirijo-me ao vereador cujo nome já me causa náuseas, lembrando que os nobres professores uma das classes mais massacrada de nosso pais juntamente com as dos policiais é que mantém viva a esperança de nosso pais.

Não sou professor de carreira mais ao longo de minha trajetória profissional militando na área da Segurança Pública, formei vários profissionais e exijo respeito as estes profissionais que carinhosamente educam nossos filhos e formam os verdadeiros cidadãos de nosso país.

Estou sim, indignado com a sua fala e da atual situação política de nossos pais, decorrente de uma crise sistêmica principalmente política onde os valores éticos e morais são deturpados e os direitos conquistados ao longo dos anos são sorrateiramente suprimidos por políticos de sua índole.

Penso que se o medíocre vereador não tem suporte psicológico para ouvir criticas como poderá atender as nossas demandas? Quero acreditar que desconhece os sábios ensinamentos de Maquiavel no livro intitulado “Lições ao Príncipe”, é possível (…) uma vez que chamam os professores de “porcaria”, certamente não era dado à leitura (…), mas vou rapidamente citá-las,  (…) quando os súditostêm sua honra respeitados, vivem satisfeitos, caso contrário o príncipe sofrerá grande frustração…”.

Gestos simples como: Respeitar os profissionais da educação, tratando com dignidade e respeito sem aquele olhar de arrogância e prepotência como se fosse “semideus” (…), ou melhor, tratando a todos como profissionais e antes de tudo como um ser humano (pai ou mãe de família), e não como barulhento egoísta e PORCARIA.

Nessa mesma toada, quero acreditar que houve a quebra do decorro parlamentar por parte dessa “criatura”, e que os demais Vereadores (honrados) tenham a hombridade de pedirem uma investigação e  sua possível cassação por tal conduta.

Partindo desse pressuposto não tenho dúvida que no Estado Democrático, temos direito de conhecer o passado de nossos candidatos e/ou representantes, para que de forma consciente saibamos se de fato ele nós representa ou faz complô para se manter no poder a qualquer custo.

Sem querer politizar, encerro minha reflexão citando a sagrada escritura: Provérbios 29:2 “quando os justos governam, alegra-se o povo, mas quando o ímpio domina, o povo geme”. Assim sendo, consinto a todos a votarem consciente eu voto em quem me valoriza, não sou “barulhento, egoísta e nem porcaria”, aos professores meu respeito e admiração. Ponta Porã, 12 de maio de 2018.

Entenda o caso Click em http://poranews.com/?p=27789

Comentário

Comentário

Veja Também

EL IMA LLEGA A LOS BARRIOS CON SU PROGRAMA DE EXTENSIÓN ACADÉMICA

El Instituto Municipal de Arte presentó este viernes 13 de julio su programa de extensión ...