domingo , 19 agosto 2018
Home / Educação / FALTA DE COMPROMISSO DE PREFEITO LEVA FUNDAÇÃO UEZE ZAHRAN A FICAR ABANDONADA NA FRONTEIRA

FALTA DE COMPROMISSO DE PREFEITO LEVA FUNDAÇÃO UEZE ZAHRAN A FICAR ABANDONADA NA FRONTEIRA

No dia 05 de setembro de 2017, as lentes da TV Morena – afiliada da TV Globo em MS – presenciaram, em Bela Vista, a assinatura de um convênio firmado entre a Prefeitura Municipal, a Fundação Ueze Elias Zahran e a empresa Copagaz Distribuidora de Gás S.A., que tinha como objetivo, manter a escola em funcionamento e continuar a oferecer, gratuitamente, cursos de informática básica e avançada para jovens e adultos do município.

Passados sete meses da assinatura do termo, ex-alunos da escola de informática entraram em contato com o TNG Informa e relataram diversos problemas, entre eles: mato alto ao redor e no quintal da instituição*; lâmpadas queimadas; falta de papel higiênico e papel toalha nos banheiros; sinal de internet cortado.

Também foi relatada a falta de um bebedouro, que segundo eles, teria sido levado para conserto e não foi devolvido por falta de pagamento; além de um botijão de gás, furtado da Fundação em setembro do ano passado – que inclusive foi noticiado pela imprensa na época – e que até o momento não foi reposto no local (Confira as imagens ao lado).

Fatos que, segundo ex-alunos, contrastam com o que havia sido dito na reportagem da emissora sul-mato-grossense e também em vídeo gravado pelo Prefeito Reinaldo “Piti” (PSDB) naquela ocasião.

Ao TNG Informa, um aluno inscrito para curso previsto para 2018 – que pediu para não ter a identidade revelada por temer represália – afirmou que, apesar destes problemas, as matrículas estão sendo efetuadas, entretanto não há data definida para o início dos cursos e quando solicitam informações sobre isso, eles não têm obtido respostas.

Ademais, declarou que o local possui apenas um funcionário e que este estaria atuando em várias funções dentro da Fundação, inclusive na limpeza e sem receber salário há três meses.

TNG Informa tentou entrar em contato com o funcionário Vicente Eduardo Balog, contudo até a publicação desta reportagem, ele não retornou as ligações e não respondeu as mensagens enviadas para as redes sociais. Apesar disso, através do Portal da Transparência – consultado no dia 04/04/2018 -, a reportagem apurou que o servidor era contratado pela Secretaria Municipal de Educação até dezembro de 2017 e desde janeiro não possui nenhum vínculo com a administração municipal, haja visto que seu nome não consta na relação de servidores.


Responsabilidade

Embora o termo de cooperação nº 01/2017 não tenha sido publicado no Diário Oficial, no Portal da Transparência do Município e nem encaminhado ao Tribunal de Contas do Estado, a reportagem do TNG Informa teve acesso ao convênio e apurou que a Prefeitura de Bela Vista, através da Secretaria de Assistência Social é responsável por manter e conservar o prédio e os equipamentos da Fundação, utilizando os recursos transferidos pela Copagaz – no valor de R$ 4 mil mensais durante 12 meses – e recursos próprios, caso haja necessidade. Enquanto que a Fundação se comprometeu a acompanhar a realização dos cursos disponibilizados, bem como aprovar a aplicação dos recursos.

O termo foi assinado pelo Prefeito de Bela Vista Reinaldo Miranda Benites (PSDB); pelo vice-prefeito Gerardo Gabriel Nunes Boccia; pelo secretário de assistência social Oraldino Centurião Ferreira; e por Cesar Quintas Guimarães, representando a Fundação Ueze Elias Zahran e a Copagaz Distribuidora de Gás S.A.

Outro lado

Posteriormente à publicação da reportagem, o vice-prefeito de Bela Vista Gabriel Boccia (PT do B) entrou em contato com o TNG Informa e afirmou que, desde o início da parceria [em setembro do ano passado], 72 alunos foram formados no curso de informática. Declarou também que foi firmada uma parceria com o SENAI [Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial] para oferecer novos cursos sem custos aos cofres públicos.

Disse também que as melhorias de estrutura e de limpeza no prédio serão feitas para atender bem os alunos e que as duas salas serão utilizadas para a realização dos cursos profissionalizantes. E completou dizendo que o planejamento da administração é fazer da Fundação um novo polo educacional. “Nosso planejamento é fazer da Fundação um novo polo educacional em Bela Vista, para isso conseguimos a parceria e irá beneficiar muitos jovens em busca de oportunidade”, concluiu.

TNG Informa tentou entrar em contato com a Fundação Ueze Elias Zahran e com a empresa Copagaz S.A, mas não obteve respostas até o fechamento desta reportagem.

Fonte http://www.tnginforma.com

Comentário

Comentário

Veja Também

POPULAÇÃO DA FRONTEIRA E CONVIDADA A ACOMPANHAR OS DEBATES NA CÂMARA DE VEREADORES DE PONTA PORÃ

O presidente da Câmara Municipal de Ponta Porã, Candinho Gabinio (PSDB), convida toda a população ...