domingo , 15 julho 2018
Home / Destaque / COM O LEMA “FRONTEIRA NÃO PODE PARAR” GREVE DE AUDITORES E ALVO DE CRTITICAS

COM O LEMA “FRONTEIRA NÃO PODE PARAR” GREVE DE AUDITORES E ALVO DE CRTITICAS

Transportistas criticam greve de auditores da Receita Federal que paralisaram suas atividades na fronteira do Brasil com o Paraguai e segundo os caminhoneiros, causam prejuízos para a economia.

Auditores fiscais da Receita Federal paralisaram no ultimo dia 01 de março de 2018 todas as suas atividades em Ponta Porã-MS, na fronteira do Brasil com o Paraguai, em protesto pelo aniversário de um ano, no qual o governo federal prometeu fazer a regulamentação do bônus por eficiência e não cumpriu.

O Presidente da Delegacia Sindical de Mato Grosso do Sul, Fábio Galizia, informou em entrevista ao Portal Correio do Estado, que o movimento faz parte da campanha salarial promovida por eles com o objetivo de terem suas reinvindicações atendidas pelo Governo Federal.

No entanto um movimento organizado por empresários, transportadoras, estivadores, motoristas de caminhões e o próprio seguimento da indústria, prometem fechar a linha da Av. Internacional que separa os dois países a partir do próximo dia 05/04/2018, em um protesto que tem como objetivo promover a volta imediata dos Auditores da Receita Federal aos seus postos de trabalho.

Segundo informações dos organizadores do movimento “A Fronteira não pode parar”, eles entendem a legitimidade da greve dos Auditores da Receita Federal. Mas já estão cansados de esperar na fila pelos serviços dos referidos Funcionários Públicos Federais, haja vista que a economia da população da região, está sofrendo um prejuízo diário de aproximadamente R$ 5.000.000,00 devido ao fato de sessenta (60) carretas permanecerem paradas na fila em frente à Receita Federal, aguardando para serem vistoriadas. Indiretamente também perdem com esta paralisação, os donos de postos de gasolina e de restaurantes que deixam de prestar os seus serviços para os caminhoneiros.

Comentário

Comentário

Veja Também

PETROBRAS DEMITIU FUNCIONARIA APÓS ESTA POSAR EM FOTO COM INDÍGENA NA FRONTEIRA

Petrobras demite funcionaria após esta realizar foto com indígena na cidade paraguaia de Pedro Juan ...