domingo , 15 julho 2018
Home / Destaque / MICRO EMPRESA SOFRE DENUNCIA ILEGAL NO INTERIOR DO MS E GANHA APOIO DA POPULAÇÃO

MICRO EMPRESA SOFRE DENUNCIA ILEGAL NO INTERIOR DO MS E GANHA APOIO DA POPULAÇÃO

Após 25 anos prestando serviços de transportes de passageiros à população da cidade de Porto Murtinho, a “Viação PP Turismo” está a um passo de ser desativada.

Em conversa com nossa reportagem, o micro empresário Pedro Paulo, proprietário da “Viação PP Turismo”, disse que está sendo perseguido por pessoas que poderiam ajudá-lo a solucionar alguns problemas, mas ao invés disso iniciaram uma feroz perseguição a sua empresa.

Segundo informações em menos de 30 dias, a empresa foi multada em aproximadamente 10 mil reais. Que segundo o proprietario, esse valor é impossível de se pagar, pois, o dinheiro arrecadado com as viagens no roteiro Porto Murtinho/Campo Grande/Porto Murtinho é pouco.

A “Viação PP Turismo” faz a linha Campo Grande a Porto Murtinho toda sexta-feira, com retorno aos domingos.

Segundo o empresário, todos os documentos exigidos pela Agepan (Agência Estadual Reguladora de Prestação de Serviços), foram apresentados pela empresa que recebeu autorização para executar os serviços no sistema “leva e traz”, ou seja, ao estilo “bate-volta”, prática das empresas que transportam sacoleiros para cidades como São Paulo (SP) e Goiânia (GO).

Pedro Paulo explicou que a empresa que explora os serviços regulares de transportes de passageiros no município foi quem entrou contra a “Viação PP” no Ministério Público alegando que a empresa não estava cumprindo à risca a “lista” de passageiros que transportava a Campo Grande na sexta-feira e deveriam voltar no domingo. Mas, ele explica que são casos esporádicos de passageiros que vão e acabam ficando na Capital e voltando, muitas vezes, pela empresa que acionou o Ministério Publico.

O micro empresário também citou que um abaixo-assinado foi montado em Porto Murtinho denunciando o estado precário dos ônibus que serviam os murtinhenses e que estavam sempre estragando nas estradas. “Agora a empresa colocou dois ônibus novos na linha e se sente a dona do trajeto” lamentou o empresário.

O ônibus do Pedro Paulo, como é conhecido na região, é a única alternativa que a população tem para adquirir a passagem para Campo Grande mais barata. São vários anos prestando serviço ao povo fronteiriço, transportando pessoas e encomendas de Campo Grande a Porto Murtinho e vice-versa.

Correndo o risco de ter de encerrar as atividades e deixar a população carente na mão, o empresário Pedro Paulo luta desesperadamente em busca de uma solução para não perder seu ganha pão e não deixar a comunidade mercê do monopólio que só prejudica a comunidade em especial aos mais carentes da comunidade.

O caso repercutiu nas redes sociais e a população de Porto Murtinho devera se manifestar em frente ao Ministério Publico nos próximos dias além de boicotar a empresa denunciante.

Comentário

Comentário

Veja Também

PETROBRAS DEMITIU FUNCIONARIA APÓS ESTA POSAR EM FOTO COM INDÍGENA NA FRONTEIRA

Petrobras demite funcionaria após esta realizar foto com indígena na cidade paraguaia de Pedro Juan ...