terça-feira , 18 dezembro 2018
Home / Destaque / MICRO EMPRESA SOFRE DENUNCIA ILEGAL NO INTERIOR DO MS E GANHA APOIO DA POPULAÇÃO

MICRO EMPRESA SOFRE DENUNCIA ILEGAL NO INTERIOR DO MS E GANHA APOIO DA POPULAÇÃO

Após 25 anos prestando serviços de transportes de passageiros à população da cidade de Porto Murtinho, a “Viação PP Turismo” está a um passo de ser desativada.

Em conversa com nossa reportagem, o micro empresário Pedro Paulo, proprietário da “Viação PP Turismo”, disse que está sendo perseguido por pessoas que poderiam ajudá-lo a solucionar alguns problemas, mas ao invés disso iniciaram uma feroz perseguição a sua empresa.

Segundo informações em menos de 30 dias, a empresa foi multada em aproximadamente 10 mil reais. Que segundo o proprietario, esse valor é impossível de se pagar, pois, o dinheiro arrecadado com as viagens no roteiro Porto Murtinho/Campo Grande/Porto Murtinho é pouco.

A “Viação PP Turismo” faz a linha Campo Grande a Porto Murtinho toda sexta-feira, com retorno aos domingos.

Segundo o empresário, todos os documentos exigidos pela Agepan (Agência Estadual Reguladora de Prestação de Serviços), foram apresentados pela empresa que recebeu autorização para executar os serviços no sistema “leva e traz”, ou seja, ao estilo “bate-volta”, prática das empresas que transportam sacoleiros para cidades como São Paulo (SP) e Goiânia (GO).

Pedro Paulo explicou que a empresa que explora os serviços regulares de transportes de passageiros no município foi quem entrou contra a “Viação PP” no Ministério Público alegando que a empresa não estava cumprindo à risca a “lista” de passageiros que transportava a Campo Grande na sexta-feira e deveriam voltar no domingo. Mas, ele explica que são casos esporádicos de passageiros que vão e acabam ficando na Capital e voltando, muitas vezes, pela empresa que acionou o Ministério Publico.

O micro empresário também citou que um abaixo-assinado foi montado em Porto Murtinho denunciando o estado precário dos ônibus que serviam os murtinhenses e que estavam sempre estragando nas estradas. “Agora a empresa colocou dois ônibus novos na linha e se sente a dona do trajeto” lamentou o empresário.

O ônibus do Pedro Paulo, como é conhecido na região, é a única alternativa que a população tem para adquirir a passagem para Campo Grande mais barata. São vários anos prestando serviço ao povo fronteiriço, transportando pessoas e encomendas de Campo Grande a Porto Murtinho e vice-versa.

Correndo o risco de ter de encerrar as atividades e deixar a população carente na mão, o empresário Pedro Paulo luta desesperadamente em busca de uma solução para não perder seu ganha pão e não deixar a comunidade mercê do monopólio que só prejudica a comunidade em especial aos mais carentes da comunidade.

O caso repercutiu nas redes sociais e a população de Porto Murtinho devera se manifestar em frente ao Ministério Publico nos próximos dias além de boicotar a empresa denunciante.

Comentário

Comentário

Veja Também

EXECUÇÃO DE JOVEM MULHER E SUICÍDIO DE AUTOR CHOCA A FRONTEIRA

Execução seguido de suicídio choca moradores de bairro na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero ...