quinta-feira , 26 abril 2018
Home / Destaque / POLICIA CIVIL FECHA O CERCO A FACÇÃO QUE TERIA ASSASSINADO INVESTIGADOR DO SIG NA FRONTEIRA

POLICIA CIVIL FECHA O CERCO A FACÇÃO QUE TERIA ASSASSINADO INVESTIGADOR DO SIG NA FRONTEIRA

Policia Civil fecha o cerco em busca a “Minotauro” e seus cumplices na cidade de Ponta Porã e região de fronteira.

As ações das diversas unidades da Policia Civil foram iniciadas na região de fronteira com o apoio da Policia Nacional do Paraguai e da SENAD (Secretaria Nacional Anti Drogas), após a violenta execução do investigador do SIG (Setor de Investigação Geral) Wescley Dias Vasconcelos (37) executado com mais de 30 tiros de fuzil AK 47 e 7.62, na tarde de terça feira (06) de março por volta das 18:20hs, quando chegava em uma residência situada na rua Campo Grande no bairro Reno da cidade de Ponta Porã, a vitima transitava em um veiculo oficial da marca Fiat, cor preta, placas HTO 3263 do estado do Mato Grosso do Sul, onde os investigadores identificaram os suspeitos e iniciaram buscas e apreensões a fim de chegar ao mandante do violento assassinato.

Segundo informações as ações continuarão por tempo indeterminado a fim de chegar a prisão dos envolvidos, que teriam cruzado a fronteira após o assassinato pela que as unidades policiais paraguaias de imediato iniciaram um trabalho de intercambio de informações a fim de colaborar na prisão dos envolvidos, que já estariam com ordens de capturas.

Na manha de terça feira (27) varias residências ligadas a um dos pistoleiros identificado como Edson de Lima (53) que teria participado na execução do investigador do SIG, foram visitadas pelos investigadores da Policia Civil que começam a fechar o cerco a facção criminosa que teria executado um policial dentro de uma viatura, ato considerado bárbaro e uma afronta para a instituição e ao estado.

Comentário

Comentário

Veja Também

PROCON, DECON E ANP ACONSELHAM A CONSUMIDORES A ESTAR ATENTO NA HORA DE COMPRA COMBUSTÍVEL NA FRONTEIRA

Entre os dias 16 e 18 deste mês, a Agência Estadual de Metrologia fiscalizou postos ...