terça-feira , 16 outubro 2018
Home / Destaque / PREFEITO DE PONTA PORÃ E ACUSADO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

PREFEITO DE PONTA PORÃ E ACUSADO DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

A juíza Tatiana Decarli, da 3ª Vara Cível, determinou o bloqueio de bens em R$ 3.166.214 do prefeito de Ponta Porã, Hélio Peluffo Filho (PSDB), de uma empresa e outros seis acusados de improbidade administrativa em licitações para obras de drenagem pluvial e asfáltica no Jardim Marambaia.

 Segundo a denúncia do Ministério Público do Estado (MP-MS), foi constatado o direcionamento de vários procedimentos licitatórios do município, entre 2008 a 2010, em que apenas duas empresas eram vencedoras.

O período investigado corresponde ao tempo em que Peluffo era titular da Secretaria de Obras do município.

Na decisão, a magistrada afirma que há indícios de irregularidades na execução das obras, ao fazer exigências indevidas que restringiram a participação de outras empresas, ausência de publicidade ao certame e da correta pesquisa de preços, indicando possível direcionamento para a empresa requerida bem como possíveis prejuízos ao erário.

A assessoria de imprensa da prefeitura informou que não vai se manifestar porque ainda não foi notificada.

Comentário

Comentário

Veja Também

DONA DE BAR É PRESA POR PROSTITUIR ADOLESCENTE NA FRONTEIRA

Dona de um bar em Bela Vista foi presa suspeita de explorar sexualmente uma adolescente ...