terça-feira , 18 dezembro 2018
Home / Destaque / PARCERIA LEVA CARRETA DA JUSTIÇA ATENDER MAIS DE 450 PESSOAS EM CINCO DIAS NO INTERIOR DO MS

PARCERIA LEVA CARRETA DA JUSTIÇA ATENDER MAIS DE 450 PESSOAS EM CINCO DIAS NO INTERIOR DO MS

A parceria do Governo Municipal da cidade de Antônio João com o Tribunal de Justiça possibilitou o atendimento de mais de 450 pessoas em apenas cinco dias no interior do Mato Grosso do Sul.

Além de esclarecimentos jurídicos, encaminhamentos de processos, a Carreta da Justiça também teve momento de muita alegria com a concretização de casamentos, contando inclusive com brinde regado a champanhe e troca de alianças de ouro para coroar o compromisso assumido pelos casais.

A prefeita Márcia Marques (PMDB), destacou que a equipe do Judiciário Itinerante, coordenada pelo juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, realizou um grande trabalho em prol de centenas de famílias de Antônio João. “O trabalho do judiciário é maravilhoso. É oportunidade para aquelas pessoas que precisam resolver questões judiciais e que não possuem condições financeiras de pagar um advogado. O atendimento é 100% gratuito”, disse.

Márcia ressalta que em 2017 já tinha sido parceira do atendimento judiciário e que neste ano reforçou ainda mais a soma de esforços. “Sempre que o judiciário demonstra interesse em estar aqui terá total e irrestrito apoio da nossa gestão. Já temos, inclusive, agenda para uma semana de atendimento em 2019”, ressaltou a prefeita.

Os cidadãos que procuraram os serviços oferecidos na unidade móvel do Poder Judiciário instalada em frente ao Prefeitura Municipal foram unânimes em afirmar que a Carreta da Justiça é uma iniciativa extremamente importante por levar a justiça até a população.
A Carreta da Justiça esteve em Antônio João em 2017 e, naquela oportunidade, foram abertos 82 processos. Desta vez, o número chegou a 91 – em uma clara demonstração de confiança na justiça para resolver as demandas que preocupam e angustiam os cidadãos do município.

Assim, de acordo com levantamento da equipe que atua na Carreta, sob a supervisão do juiz Luiz Felipe Medeiros Vieira, foram atendidas 458 pessoas, das quais 53 foram apenas pedir informações e orientações de procedimento e 72 foram em busca do atendimento oferecido pela Defensoria Pública.

A exemplo de outras comarcas, o serviço mais utilizado em Antônio João foi o reconhecimento de união estável e sua conversão em casamento, que alcançou 72 pessoas. A procura por fixação de alimentos, guarda e regulamentação de visitas manteve a média, ou seja, 11 atendimentos. O que surpreendeu foi a quantidade de divórcios: oito, no total. E, para finalizar, houve um pedido de ação judicial de cobrança, protocolado por um dos beneficiados pelo trabalho do judiciário itinerante.

Comentário

Comentário

Veja Também

EXECUÇÃO DE JOVEM MULHER E SUICÍDIO DE AUTOR CHOCA A FRONTEIRA

Execução seguido de suicídio choca moradores de bairro na cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero ...