quarta-feira , 18 julho 2018
Home / Destaque / BUSCA E APREENSÃO CULMINA COM UM SUSPEITO BALEADO, UM MORTO E UM PRESO EM PONTA PORÃ

BUSCA E APREENSÃO CULMINA COM UM SUSPEITO BALEADO, UM MORTO E UM PRESO EM PONTA PORÃ

Durante busca e apreensão em residência suspeita de ser guarida de integrantes de facção criminosa termina com um morto, um ferido e um preso e na apreensão de um fuzil AK 47 com duplo carregador e uma pistola da marca Glock 9mm com carregador adaptado em Ponta Porã.

O fato foi registado com inicio na manha de sábado (10) quando varias equipes da Policia Civil e da Policia Militar chegaram a uma residência, que segundo informações, seria guarida de integrantes de uma facção criminosa situada na rua Tamareira do bairro Residencial Ponta Porã, onde os policiais ao dar voz de prisão a três indivíduos que ali se encontrava, um dos indivíduos tentou pegar em uma bolsa uma pistola da marca Glock 9mm com carregador modificado e acabou baleado e encaminhado ao Hospital Regional de Ponta Porã onde se encontra em estado de observação fora de perigo de morte.

Já durante o translado dos outros dois presos na residência, um ao chegar na delegacia de policia, reagiu violentamente contra um policial, chegando a desarmar o mesmo e disparando contra os demais policias que realizavam o traslado do individuo a carceragem da delegacia, os policias reagiram ao disparo e o individuo acabou baleado e encaminhado ao hospital da cidade onde entrou em óbito.

Já o terceiro individuo se encontra preso em lugar não informado pela policia e devera ser ouvido nas próximas horas pelo delegado Márcio Shiro Obara, responsável pelas ações que investiga a execução do investigador do SIG (setor de Investigação Geral) da Policia Civil de Ponta Porã, Wescley Dias Vasconcelos, que foi executado com mais de 30 tiros de fuzil AK 47 e 7.62, na tarde de terça feira (06) por volta das 18:20hs, quando chegava em uma residência situada na rua Campo Grande no bairro Reno da cidade de Ponta Porã, a bordo de um veiculo oficial da Policia Civil da marca Fiat, cor preta, placas HTO 3263 do estado do Mato Grosso do Sul, acompanhada pela funcionaria da justiça, cedida a Policia Civil, identificada como, V.N., que recebeu quatro impactos de fuzil e foi encaminhada ao hospital onde se encontra internada fora de perigo de morte.

A prisão deste sabado, segundo informações não teria relação direta com a execução do investigador mas poderia existir alguma ligação ou os presos ate poderiam colaborar na elucidação do violento assassinato do investigador ocorrido na região de fronteira, a policia não divulgou os nomes dos presos e segundo informações o morto ate o momento não foi identificado.

Comentário

Comentário

Veja Também

DOENÇA SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEL SE ALASTRA E ASSUSTA MÉDICOS POR RESISTÊNCIA A ANTIBIÓTICOS

Uma infecção sexualmente transmissível e ainda pouco conhecida poderá se transformar em uma superbactéria que ...