quarta-feira , 18 julho 2018
Home / Educação / SENAR APRESENTA INFORMAÇÕES SOBRE O CULTIVO DO PIMENTÃO NA VITRINE HORTIFRÚTI DURANTE A 44ª EXPORÃ

SENAR APRESENTA INFORMAÇÕES SOBRE O CULTIVO DO PIMENTÃO NA VITRINE HORTIFRÚTI DURANTE A 44ª EXPORÃ

O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural idealizou durante a Exporã 2018 – Exposição Agropecuária de Ponta Porã a Vitrine Hortifrúti. A iniciativa proporciona o intercâmbio de experiências entre produtores rurais e empresas especializadas no ramo da horticultura.
O foco desse ano foi a cultura do pimentão. O evento mobilizou 90 agricultores locais de Ponta Porã, e de outros municípios como Aquidauana, Jardim, Bela Vista e Campo Grande.
O projeto foi idealizado pelo Sindicato Rural de Ponta Porã e Produfertil, em parceria com o Senar/MS, por meio do programa de assistência técnica e gerencial – ATeG Hortifrúti Legal. “Os produtores ficaram satisfeitos, pois viram de perto que a atividade é mais uma possibilidade de diversificação de renda, assim como foi no ano passado o cultivo de tomate ‘grape’ comprovando que é viável investir em diferentes culturas a fim de atender a demanda regional”, explica o coordenador do programa, Dorly Pavei.
Para a apresentação aos visitantes, a vitrine foi dividida em quatro estações: viabilidade econômica do pimentão em cultivo protegido, tratos culturais e condução do pimentão, fertirrigação, e exposição de produtos para cultivares de hortaliças.
“Sobre o mercado do pimentão hoje no estado, apenas 9% do que é vendido pela Ceasa MS – Centrais de Abastecimento de Mato Grosso do Sul é produzido aqui. Sendo que 63% do que é importado vem de São Paulo. Além disso, o mercado do Paraguai é um aporte de entrada bem interessante, principalmente o pimentão colorido que tem maior valor agregado”, explica o técnico de campo do Senar/MS, Victor Almeida.
A Vitrine Hortifrúti conta com o apoio do Sistema Famasul – Federação da Agricultura e Pecuária de MS, em parceria com o Sebrae e com a Agraer.
Sobre o Sistema Famasul – O Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) é um conjunto de entidades que dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais de Mato Grosso do Sul. É formado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Fundação Educacional para o Desenvolvimento Rural (Funar), Associação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS) e pelos sindicatos rurais do estado.
O Sistema Famasul é uma das 27 entidades sindicais que integram a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA). Como representante do homem do campo, põe seu corpo técnico a serviço da competitividade da agropecuária, da segurança jurídica e da valorização do homem do campo. O produtor rural sustenta a cadeia do agronegócio, respondendo diretamente por 17% do PIB sul-mato-grossense.

Fonte: Assessoria de Comunicação Sistema Famasul – Rodrigo Corrêa | Foto: Divulgação

Comentário

Comentário

Veja Também

VEREADORES DE PONTA PORÃ APROVAM REAJUSTE SALARIAL PARA OS PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL

Em cumprimento à Lei Orgânica do Município e ao Regimento Interno a Câmara Municipal promoveu, ...