domingo , 16 dezembro 2018
Home / Destaque / INTERVENÇÃO NO RIO DE JANEIRO COLOCA A FRONTEIRA NA ROTA DE FUGA DO CRIME ORGANIZADO E SITUAÇÃO PREOCUPA AUTORIDADES

INTERVENÇÃO NO RIO DE JANEIRO COLOCA A FRONTEIRA NA ROTA DE FUGA DO CRIME ORGANIZADO E SITUAÇÃO PREOCUPA AUTORIDADES

Vereadores de Ponta Porã manifestam sua preocupação com a falta de um investimento e estrutura na segurança publica na região de fronteira.

Os vereadores, Daniel Marques (MDB), Paulinho Roberto (PT), Edinho Quintana (PHS), Jelson Barnabé (PRB), Adão Dauzacker (PDT), Neli Abdulahad (DEM) se reuniram a fim de estudar possíveis consequência que possam afetar a fronteira durante a intervenção militar realizada no estado do Rio de Janeiro.

Ja durante a sessão na Câmara de Vereadores em seus pronunciamentos, os vereadores Daniel Marques (MDB) e Paulinho Roberto (PT) demonstravam sua preocupação com o fato de possível migração de membros do crime organizado do Rio de Janeiro para a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero na fronteira com Ponta Porã.

Em sua fala, os vereadores Professor Daniel Marques e Paulinho Roberto enfatizaram os riscos de uma política de intervenção no Rio de Janeiro, sem uma política específica de segurança pública para a região de fronteira.

Comentário

Comentário

Veja Também

VEREADOR CANDINHO GABÍNIO E REELEITO A PRESIDÊNCIA DA CÂMARA DE VEREADORES DE PONTA PORÃ

O vereador Candinho Gabínio (PSDB), foi reeleito para a Presidência da Câmara Municipal de Ponta ...