sexta-feira , 14 dezembro 2018
Home / Geral / HR E ALVO DE RECLAMAÇÕES E POPULAÇÃO COBRAM POSICIONAMENTO DOS VEREADORES EM PONTA PORÃ

HR E ALVO DE RECLAMAÇÕES E POPULAÇÃO COBRAM POSICIONAMENTO DOS VEREADORES EM PONTA PORÃ

Usuários do sistema de saúde reclamam falta de respeito de alguns funcionarios com a população e de falta de médicos no Hospital Regional de Ponta Porã.

Moradores de Ponta Porã, cansados de reclamar da falta de respeito e atendimento caotico, cobraram um posicionamento dos vereadores da cidade, sobre a situação do sistema de saúde no Hospital Regional de Ponta Porã, onde, segundo uma moradora da cidade, os enfermeiros passam mais tempo visualizando seus aparelhos celulares e apenas um medico para atender os que necessitam de um atendimento medico.

O Hospital Regional a fim de tentar evadir sua responsabilidade na demora no atendimento chegou a manifestar que na unidade existe uma classificação pela qual os pacientes são atendidos, que se classificaria da seguinte forma, cor vermelha, que é emergência, tem imediato; o amarelo teria atendimento em até 30 minutos; o verde não urgente teria o atendimento entre 60 a 120 minutos e o azul, que são atendimentos de baixa complexidade, seriam atendidos em até no máximo 240 minutos ou encaminhados para alguma unidade básica de saúde, mas esta situação não estaria ocorrendo na unidade hospitalar, onde a falta de respeito com os familiares e alarmante além da falta de médicos, o que poderia evidenciar na de falta de cumprimento dos acordos firmados na “parceria” que derivo na cedência do HR após ser totalmente equipado ao Grupo Gerir, situação que os vereadores devem fiscalizar e verificar se o acordo esta sendo cumprido pelo Grupo Gerir e se este acordo esta beneficiando a população de Ponta Porã.

O Conselho Municipal de Saúde também deve tomar providencias ante as enxurradas de reclamações e se posicionar e verificar a situação no HR de Ponta Porã, onde segundo o vereador Jelson Barnabé (PRB) “O que ocorre e que alguns profissionais deixam a desejar no atendimento, parece que não estão na profissão a qual gostariam de estar e dão um atendimento que a população não merece, mas maior parte deles faz realmente por que gostarem da profissão” pontualizou o vereador

A situação caótica já e inadmissível segundo os moradores de Ponta Porã que chegaram a necessitar do atendimento medico aos seus filhos e idosos no HR de Ponta Porã, mas tiveram que esperar por horas e horas por um minuto de atendimento pela que e necessario e preciso uma fiscalização diaria dos integrantes do Conselho Municipal de saúde e que os usuarios realizem as denuncias ante o conselho.

Comentário

Comentário

Veja Também

TRANSFORME O NATAL DE FAMILIAS CARENTES DE PONTA PORÃ EM UM MOMENTO ÚNICO APOIANDO A “FUNDAÇÃO PEDRO MORATO”

“Fundação Pedro Morato” realiza arrecadação de alimentos não perecíveis a fim de dar um Natal ...