sexta-feira , 14 dezembro 2018
Home / Destaque / VENDA DE BONECAS TRANSEXUAIS POR COMERCIANTES GERA POLEMICA EM REGIÃO DE FRONTEIRA

VENDA DE BONECAS TRANSEXUAIS POR COMERCIANTES GERA POLEMICA EM REGIÃO DE FRONTEIRA

O fato ocorreu na manha de sábado (06) quando um pai de família realizou a compra de duas bonecas para as filha como presente pelo dia dos Santos Reis em comercio identificado como, “Casa Lion” situada na cidade paraguaia de Ciudad del Este, onde após entregar o presente as filhas estas chegaram manifestando ao pai que as bonecas tinham órgãos genitais masculinos, estupefato o pai verificou as bonecas constatando a veracidade do manifestado pelas duas filhas pequenas, o caso divulgado nas redes sociais de imediato gerou varias criticas.

O pai das crianças se dirigiu ao comercio onde reclamou indignado da venda que se realizava no local, o caso parou na policia que investigara o fato, já que no Paraguai e proibida a difusão da ideologia de gênero pelo Ministério de Educação e Cultura do país que decidiu, após enfrentar varias manifestações, a manutenção da família e a proibição da divulgação de gênero em qualquer situação.

Click http://poranews.com/?p=22035

Segundo Missael Bello e indignante que comerciantes estejam tentado burlar a Lei do país com a comercialização de bonecas transexuais, sem avisar os pais de família e pediu uma ação imediata das autoridades do Paraguai a fim de que tomem cartas no assunto, situação que poderia levar ao comerciante a sofrer duras multas além do fechamento do local comercial, esta situação estaria apoiada pela população do vizinho país.

Leia as criticas ao caso 

Marta Rodriguez ·

Trabaja en Consultoria juridica

Castigo moral a los que comercializan con estos juguetes devolverlos y que ellos devuelvan el importe. Y no volver a comprar nada de ese local. Escracharlos para que nadie compre mas ahi.

Lidia Feliciangeli

Ahora se completó…. Al comprar una muñeca debemos de revisar el sexo

Edgar Gus Franco ·

Assunção

A incendiar el local comercial

Gustavo Portillo

EN C.D.E.TENIA QUE SER AY VENDEN CUALQUIER COSA.DEVEN.INTERBENIR LAS ACTORIDADES.ESTO ES UNA FALTA GRAVISIMA ATENTAR CONTRA LOS MENORES.LA FISCALIA DE LA BIÑEZ DEVE INTERVENIR ASI COMO EL JUZGADO

Nancy Rotela

Indignante,les rompo todo su local si esto me ocurre.

Nury Etcheverry ·

Trabaja en Abogada

Que vergüenza!

Me gusta · Responder · 58 min

Anibal Otilio Silva Sosa ·

Ciudad del este en Abogado

muñeca efraudinista homoliberozurda jejejeje

Fonte http://www.extra.com.py

Comentário

Comentário

Veja Também

“OPERAÇÃO NATAL SEGURO”, GCMFRON IMPLEMENTA POLICIAMENTO DURANTE O HORÁRIO ESTENDIDO DO COMÉRCIO EM PONTA PORÃ

A Secretaria Municipal de Segurança Pública desencadeou desde o dia 13 de novembro de 2018, ...