quinta-feira , 23 novembro 2017
Home / Educação / ESTUDANTES DA UEMS MANIFESTAM REJEIÇÃO A POLITICA DE REINALDO AZAMBUJA NO MATO GROSSO DO SUL

ESTUDANTES DA UEMS MANIFESTAM REJEIÇÃO A POLITICA DE REINALDO AZAMBUJA NO MATO GROSSO DO SUL

ADUEMS e a Assembleia Legislativa de Mato Grosso Sul, realizaram Audiência Pública com o tema: “Orçamento Público e Função Social da UEMS”. O evento foi proposto pelo deputado estadual Pedro Kemp (PT), presidente da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia da Assembleia.

Segundo dados da UEMS, dos R$ 207 milhões de orçamento para 2018, R$ 160 milhões já estão comprometidos com despesas da Universidade (folha de pagamento e financiamento), restando apenas 22% de todo o orçamento para custear os 15 campus do Estado.

Na Audiência Pública recomendou-se que o COUNI aprove um orçamento mínimo de 251 milhões, participaram da Audiência Pública, alem do deputado Pedro Kemp (PT), os deputados Amarildo Cruz  (PT), Paulo Siuf (PMDB),
Renato Câmara (PMDB), o Presidente eleito da ADUEMS Dr. Esmael Machado, diversos docentes e discentes da UEMS e muitos cidadãos de diversas cidades de Mato Grosso do Sul preocupados com o sucateamento da UEMS.

Antes da Audiência, estudantes realizaram ato manifestando sua rejeição a politica adotada pelo governador Reinaldo Azambuja (PSDB) com respeito a UEMS.

Cartazes com os textos “REInaldo da SUCATA”, “350 milhões para propaganda e migalhas para a UEMS, Qual a prioridade do Rei?”, outros mandavam recado direto convocando o governador a mudar sua postura e “tratar melhor” a UEMS: “Senhor Rei, preste atenção, vamos todos defender a Educação”

Durante o evento, os deputados do PT e do PMDB que se fizeram presentes defenderam mais investimento para a UEMS, uma Universidade mais democrática e acessível, os estudantes lamentaram a falta de políticas públicas para permanência e assistência estudantil.

“A UEMS é muito importante para a formação dos nossos jovens. Ela enfrenta problemas que vão desde a falta de infraestrutura nas cidades do interior até a falta de recursos e professores. A audiência pública discutiu os problemas para buscarmos juntos uma saída”, disse Kemp em entrevista a TV ALMS, que concluiu_ “estamos agora com a proposta que a UEMS discutiu internamente…vamos levar esta proposta para confrontar com aquele orçamento apresentado pelo Governo do Estado pra ver se a gente consegue fazer  ajustes, apresentar emendas e melhorar os recursos para UEMS em 2018”.

“A audiência foi um sucesso, nos conseguimos atingir um Público excelente, e a gente conseguiu trazer para a comunidade a discussão do orçamento, normalmente isso é feito a portas fechadas, ou na Assembleia, ou na UEMS internamente, a comunidade as vezes não sabe o quanto a UEMS cada vez mais recebe menos e tem sido sucateada pelo governo do Estado”._ considerou o Doutor Esmael Machado, Presidente Eleito da ADUEMS e um dos coordenadores do Evento.

Já o vereador Paulinho Roberto (PT), de Ponta Porã, um dos poucos políticos com mandato que se fizeram presente no evento lamentou a ausência do governador ou eventuais representantes do mesmo. “A UEMS é patrimônio do Estado de Mato Grosso do Sul, é lamentável a presença de apenas 4 dos 24 deputados e ausência do Governador e seus representantes em uma Audiência Pública sobre algo tao importante para a população Sul – Matogrossense, volto pra Ponta Porã com o dever de convocar meus pares no Legislativo Municipal a defender esta causa que fe uma UEMS cada vez mais forte.”

Fonte http://lidernews.com.br

Comentário

Comentário

Veja Também

HORTA EM ESCOLA ENRIQUECE MERENDA E ESTIMULA APRENDIZADO DOS ALUNOS NO MS

Revirar a terra, plantar, irrigar e fazer a colheita com as próprias mãos já são ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *