segunda-feira , 20 novembro 2017
Home / Destaque / OPERAÇÃO DA POLICIA CIVIL CULMINA COM PRISÃO DE FORAGIDOS DA JUSTIÇA NA FRONTEIRA

OPERAÇÃO DA POLICIA CIVIL CULMINA COM PRISÃO DE FORAGIDOS DA JUSTIÇA NA FRONTEIRA

Policia Civil realiza operação contra foragidos da justiça e dois autores de homicídios acabam presos em Ponta Porã.
A operação que teve inicio na última segunda (11) e culminou terça-feira (12), agentes do SIG (Setor de Investigação Geral) coordenado pelo delegado Rodolfo Daltro da Policia Civil de Ponta Porã realizou a operação contra os foragidos da justiça com a finalidade de prender Judson Renan Gonçalves (29), e Sebastião Vitilhano da Silva (58) cuja presença havia sido detectada pelos investigadores do SIG em Ponta Porã na fronteira com o Paraguai. Segundo informações, Judson se encontrava foragido e possuia duas condenações por homicídios, crimes praticados no ano de 2007 na capital Campo Grande. Na ocasião dos crimes, Judson matou dois desafetos mediante disparos de arma de fogo em um intervalo de uma semana. Conforme as investigações, Judson se encontrava residindo desde o final de 2015 na cidade de Ponta Porã, em uma residência situada no Bairro São João.
Já Sebastião, autor de um homicídio praticado mediante o desferimento de facadas, encontrava se foragido em um sitio localizado no assentamento Itamarati.
O mesmo ao ser pelo delegado do SIG manifestou sorrindo, “esse é um dos que mandei para o inferno”, mas não detalhou quem seriam as outras vítimas, ambos homicidas são considerados de alta periculosidade. Segundo o delegado Rodolfo Daltro do SIG, a prisão da dupla foi um trabalho de suma importância para garantir a segurança da população do município de Ponta Porã, pois se tratam de indivíduos propensos a matar outras pessoas por motivos banais.

Comentário

Comentário

Veja Também

JOVEM BRASILEÑA FALLECE TRAS REALIZAR CIRUGÍA PLÁSTICA EN CLINICA DE PEDRO JUAN CABALLERO

El medio de comunicación ovigilantems.com.br dio a conocer la muerte de la joven farmacóloga Josiane ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *