segunda-feira , 20 novembro 2017
Home / Destaque / CAMPANHA CONTRA O SUICIDIO CHEGA A PONTA PORÃ

CAMPANHA CONTRA O SUICIDIO CHEGA A PONTA PORÃ

Estimativas apontam que o índice de pessoas que morrem por suicídio todos os anos, é assustadoramente alto. Os números do último levantamento apontam nos últimos anos para o índice de uma morte a cada 40 segundos, de acordo com dados da OMS – Organização Mundial da Saúde.
Para ajudar na conscientização e prevenção do suicídio, diversas associações brasileiras se unem desde 2014 para promover o Setembro Amarelo. O objetivo da ação é reunir, durante todo o mês, eventos que ajudem na divulgação e debate sobre o tema.
O mês foi escolhido em referência ao Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio (10 de setembro). Neste ano, diversos monumentos ganharam iluminação amarela como parte da campanha. Também foram feitas ações de rua, como caminhadas, passeios ciclísticos e abordagens em locais públicos das cidades brasileiras.
Além disso, a iniciativa deu visibilidade para a cartilha de combate ao suicídio, feita pela Associação Brasileira de Psiquiatria em parceria com o Conselho Federal de Medicina.
Suicídio no Brasil
Segundo o último levantamento da OMS, o Brasil é oitovao colocado no ranking de suicídios e por isso, várias campanhas são realizadas no país. Para especialistas, é preciso discutir o suicídio como um problema de saúde pública no país, uma vez que o tema ainda hoje é considerado tabu e o número de casos tem aumentado.
O CAPS/AD – Centro de Atenção Psicosocial Alcool e Drogas – de Ponta Porã faz campanhas nas escolas e entidades do município para alertar sobre a importância de conscientização do combate ao suicídio. Em especial no mês de setembro toda a equipe do CAPS de Ponta Porã vai realizar palestras e eventos para lembrar do Setembro Amarelo.

Comentário

Comentário

Veja Também

JOVEM BRASILEÑA FALLECE TRAS REALIZAR CIRUGÍA PLÁSTICA EN CLINICA DE PEDRO JUAN CABALLERO

El medio de comunicación ovigilantems.com.br dio a conocer la muerte de la joven farmacóloga Josiane ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *