segunda-feira , 20 novembro 2017
Home / Destaque / CAOS NA SAÚDE PUBLICA GERA DEBATES NA CÂMARA DE VEREADORES DE PONTA PORÃ

CAOS NA SAÚDE PUBLICA GERA DEBATES NA CÂMARA DE VEREADORES DE PONTA PORÃ

A preocupante situação do setor da saúde, especialmente por conta dos atendimentos efetuados no Hospital Regional Dr. José de Simone Netto, foi o principal tema debatido pelos vereadores durante a sessão ordinária na Câmara de Vereadores de Ponta Porã.
Os parlamentares se revezaram na tribuna para comentar a respeito da situação e cobrar providências por parte do Poder Executivo Municipal e também do Governo do Estado.
O presidente da Câmara, Otaviano Cardoso (PSDB), explicou que os vereadores foram informados por profissionais que trabalham no Hospital de que o Regional está atendendo acima de sua capacidade. “São 6 mil atendimentos por mês, uma média de 200 atendimentos por dia. É um volume imenso, parecido com outros hospitais de grandes centros como o Einstein, em São Paulo, que possui três vezes mais profissionais do que aqui”.
Ele acrescentou que, para piorar a situação, o Governo do Estado está atrasando repasses financeiros à Organização Social escolhida para gerenciar o Regional. “O atraso nos repasses alcançam quatro meses. Por isso, a lavanderia chegou a atender apenas 30% da sua capacidade. A UTI não recebe repasses há 60 dias. O setor de ortopedia suspendeu alguns procedimentos e as cirurgias eletivas foram adiadas. Os médicos estão sem receber julho e agosto. É uma situação preocupante na medida em que o Hospital Regional atende moradores de oito municípios da fronteira”, afirmou Otaviano Cardoso.
Os vereadores que formam a frente parlamentar “Novos Tempos” realizaram duras criticas pelo caos no sistema de saúde de Ponta Porã que se encontra abandonada pela administração municipal, situação que sobre carrega o Hospital Regional, segundo os integrantes da frente parlamentar se os postos de saúde estivessem em funcionamento a situação poderia estar melhor mas ante o descaso, os funcionários do HR além de trabalharem com os salários atrasados devem atender um numero maior o que gera horas de espera.

Comentário

Comentário

Veja Também

JOVEM BRASILEÑA FALLECE TRAS REALIZAR CIRUGÍA PLÁSTICA EN CLINICA DE PEDRO JUAN CABALLERO

El medio de comunicación ovigilantems.com.br dio a conocer la muerte de la joven farmacóloga Josiane ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *