segunda-feira , 11 dezembro 2017
Home / Geral / CURSO DE ENFERMAGEM DA UEMS TEM O PRIMEIRO GRUPO DE ACADÊMICOS DO ESTADO A ATUAR NO SAMU

CURSO DE ENFERMAGEM DA UEMS TEM O PRIMEIRO GRUPO DE ACADÊMICOS DO ESTADO A ATUAR NO SAMU

O curso de Enfermagem da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) – Unidade de Dourados, por meio de convênio junto à Secretaria Municipal de Saúde, tem oportunizado a consolidação da formação profissional de seus acadêmicos com o primeiro grupo de acadêmicos do Estado, nessa área, a exercer atividades práticas em ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

O convênio é resultado dos esforços do professor Jair dos Santos, docente do curso, que há cerca de sete anos vem trabalhando para a implantação do convênio dentro da disciplina Saúde do Adulto II. “O projeto é um sonho antigo e sua concretização colabora com a formação dos futuros profissionais. Trata-se de uma parceria da nossa Universidade com os responsáveis pelos serviços de atendimento do SAMU em Dourados, sob coordenação do enfermeiro Ronaldo Sobrinho, egresso da UEMS”, explica o docente do curso.

Na opinião de Jair, por meio dessa interação no atendimento de ocorrências, os alunos são inseridos na rotina prática do trabalho. “A parceria junto à Secretaria de Saúde é antiga, uma vez que o curso já ofertava estações teórico-práticas em hospitais municipais, onde os alunos acompanham pacientes em situações de parada cardiorrespiratória, ressuscitação cardiopulmonar, entre outros procedimentos”, informa.

Mas é a primeira vez que acadêmicos de um curso de Enfermagem acompanham atendimentos do SAMU. Toda a documentação para que as atividades ocorram tem o aval da Secretaria de Saúde de Dourados. Tripulando as ambulâncias alfa e bravo, os alunos passam a conhecer a rotina de plantões, inclusive a a dinâmica noturna e da madrugada, finaliza o docente.

O grupo é formado por alunos do 4º Ano, entre eles o acadêmico Vinícius Medeiros, que relata um pouco sobre sua experiência junto aos atendimentos do SAMU. “Essas atividades são fundamentais para minha formação profissional. Posso confirmar na prática tudo o que aprendi na sala de aula. Essa vivência antes de me formar aumenta o conhecimento dos alunos, seja no aspecto técnico, teórico e prático”, afirma o acadêmico.

Outra aluna que participou de plantões do SAMU, Jéssica Araújo, também discorre sobre a importância dessas ações. “Sempre quis trabalhar no setor de urgência e pronto atendimento, enquanto profissional, e essa atividade desenvolvida numa ambulância com situações reais reforçam esse meu direcionamento. Eu destaco um aspecto importante, que o da autonomia que temos junto ao SAMU, no trabalho desenvolvido, algo que nem sempre é possível quando estamos em ambientes hospitalares sob exclusiva orientação dos professores”, diz a futura enfermeira.

Também integram a equipe as alunas Marcelly Salgueiro, Fernanda de Souza e Valéria da Silva. Por fim, o professor Jair dos Santos destaca o apoio da gerência da Unidade de Dourados, que providenciou a compra dos uniformes específicos, dentro dos padrões do SAMU, para os alunos sem os quais, eles não poderiam desempenhar as atividades nas ambulâncias de pronto-atendimento.

Comentário

Comentário

Veja Também

DEMORA NO ATENDIMENTO GERA CRITICAS A DIREÇÃO DO HR EM PONTA PORÃ

A superlotação no Hospital regional de Ponta Porã segue recebendo criticas e administrador do município continua ...

Deixe uma resposta